Lutas

Rainha da violência, Ariane Lipski treina com Cris Cyborg nos EUA antes de estreia no UFC

Publicado às

Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Reprodução | Instagram: Cris Cyborg.

A paranaense ex-campeã peso-mosca do KSW Ariane Lipski (11v-3d) está com estreia marcada na maior organização do mundo e irá encarar a escocesa Joanne ‘JoJo’ Calderwood (12v-3d) no UFC Fight Night 143 que será realizado no dia 19 de janeiro no Barclays Center, Brooklyn, Nova Iorque, nos Estados Unidos e está na ‘terra do Tio Sam’ há uns dias para preparar-se para o combate.

Essa preparação de Ariane Lipski, conhecida como ‘Rainha da violência’ está para lá de especial, já, que, a ex-campeã peso-pena do UFC e conterrânea Cris Cyborg postou em seu Instagram oficial a visita ilustre da ex-campeã do evento polonês.

Ariane Lipski vem de sonoras nove vitórias consecutivas, sendo 4 delas no Konfrontacja Sztuk Walki. Em sua última apresentação, venceu a ex-XFC Silvana Gomez Juarez por decisão unânime dos árbitros laterais defendendo com sucesso seu cinturão de campeã pela última vez antes de assinar com o Ultimate.

Confira abaixo o card (até o momento – sujeito à alterações) do UFC Fight Night 143: Cejudo vs. Dillashaw:

  • (c) Henry Cejudo vs. TJ Dillashaw – Pelo cinturão da categoria peso-mosca masculino;
  • Paige VanZant vs. Rachael Ostovich;
  • Glover Teixeira vs. Ion Cutelaba;
  • Ariane Lipski vs. Joanne Calderwood;
  • Randy Brown vs Chance Rencountre;
  • Alonzo Menfield vs. Vinicius ‘Mamute’;
  • Belal Muhammad vs. Geoff Neal;
  • Greg Hardy vs. Allen Crowder;
  • Donald Cerrone vs. Alexander Hernandez;
  • Joseph Benavidez vs. Dustin Ortiz;
  • Gregor Gillespie vs. Yancy Medeiros;
  • Cory Sandhagen vs. TBA.

Leia também no TORCEDORES.COM:

DOMINICK CRUZ PASSA POR CIRURGIA NO OMBRO DIREITO NOS ESTADOS UNIDOS

JOHN LINEKER SE MACHUCA E ESTÁ FORA DO UFC FIGHT NIGHT 143

JOSEPH BENAVIDEZ RENOVA COM O UFC POR MAIS QUATRO LUTAS