Atacante uruguaio Rodrigo Mora anuncia aposentadoria do futebol

A vida desgastante de um jogador de futebol e as constantes dores encerraram precocemente a carreira do atacante Rodrigo Mora, de 31 anos. O jogador uruguaio postou um texto em suas redes sociais nesta segunda-feira (7) confirmando que esta pendurando as chuteiras.

Gustavo Militão
Jornalista de Recife-PE, apaixonado por esportes.

Crédito: Twitter/Rodrigo Mora

O motivo são as constantes dores que vem incomodando o atacante desde 2017, após ser submetido a uma cirurgia no quadril. Desde então, Mora nunca mais voltou a sua plena forma. Foram apenas 28 jogos e quatro gols marcados desde a operação, o que forcou a decisão de se aposentar dos gramados.

Em texto postado no Whatsapp e compartilhado em suas demais redes sociais, Rodrigo Mora agradeceu ao apoio dos familiares, companheiros de clube e fãs. Porém confirmou que não tem mais condições de jogar. “Eu desisti do que tinha e hoje tenho que encarar a realidade. Eu não posso continuar jogando futebol. Eu tenho um nó no peito e uma sensação impossível de explicar. Eu gostaria de me aposentar de outra maneira”, afirmou o atacante.

Mora teve destacada passagem pelo River Plate, da Argentina. Ele atuou em 184 jogos e conquistou sete títulos com a camisa milionária, incluindo duas Copas Libertadores (2016 e 2018). Além do River Plate, também defendeu a Universidad do Chile, Benfica e os clubes uruguaios Peñarol, Defensor, Cerro e Juventud. Foram 75 gols marcados na carreira em 270 jogos.

LEIA MAIS: Boselli é apresentado pelo Corinthians e confirma que não jogará amistoso contra o Santos

Brasil é o país que tem mais jogadores com valor de mercado acima dos 100 milhões de euros

Fred se cita como jogador ‘que nunca deveria ter saído do Fluminense’ e agita tricolores