Caio Ribeiro critica FMF com veemência por ter mantido rodada do Mineiro após tragédia em Brumadinho

O clássico Cruzeiro x Atlético do último final de semana foi recheado de polêmicas. Contudo, fora das quatro linhas, muito se discutiu se não seria sensato da FMF (Federação Mineira de Futebol) cancelar toda a rodada devido a tragédia acontecida na cidade de Brumadinho.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: reprodução/internet

No programa “Globo Esporte” desta segunda-feira (28), o comentarista Caio Ribeiro, sempre contido em suas críticas, apontou como ‘falta de tato’ da FMF a manutenção da 3ª rodada do Campeonato Mineiro.

“Talvez tenha sido a única pisada na bola neste fim de semana. Minas Gerais não precisava ter rodada. Futebol não é um mundo à parte, está todo mundo com o coração dilacerado com o que aconteceu em Brumadinho. Fica aqui nossa solidariedade”, criticou Caio.

O rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Vale repercutiu não só no Brasil, como internacionalmente. Inclusive, vários atletas prestaram homenagens às vítimas de Brumadinho, como o lateral-esquerdo Fábio Santos, que ao marcar o gol de empate não comemorou.

Já o zagueiro Gabriel, ex-Atlético e hoje no Botafogo, que é natural da cidade mineira de Pedro Leopoldo, entrou em campo com uma bandeira de Minas Gerais em homenagem a Brumadinho.

LEIA MAIS:

LEVIR CULPI EXPLICA AUSÊNCIAS DE RÉVER E ZÉ WELISON NO CLÁSSICO DIANTE DO CRUZEIRO

MANO ELOGIA TRIO DO CRUZEIRO NO CLÁSSICO E ESPERA AINDA MAIS REGULARIDADE NA SEQUÊNCIA DA TEMPORADA