Colby Covington impõe condição para poder lutar novamente pelo UFC

A revolta de Colby Covington contra o UFC por ter sido preterido na disputa pelo cinturão dos meio-médios por Kamaru Usman foi uma das notícias da semana no MMA. E seus desdobramentos podem fazer com que o ‘Chaos’ jogue duro para sua próxima luta no Ultimate.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhidaFormado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo pareciod.

Crédito: Reprodução/Twitter Oficial UFC

Uma luta contra o inglês Darren Till vem sendo especulada para o UFC Londres, em março. O campeão interino dos meio-médios até aceitaria tal luta ou até mesmo enfrentar outros rivais que não o dono do cinturão linear, Tyron Woodley. Mas sobe determinadas condições.

“Eles podem me colocar para lutar contra quem eles quiserem. Mas vão ter que me pagar como campeão. Não vou voltar atrás. Me prometeram um título e pagamento de campeão. E não aceito ser pago menos do que isso. Não irei lutar por menos dinheiro”, disse Covington ao site MMAWeekly.

“Eles querem que eu lute contra o Darren Till? Por mim tudo bem. Eu lutarei contra, mas quero salário de campeão para o enfrentar”, finalizou o americano

LEIA MAIS

Derrick Lewis comemora novo contrato com o UFC: “As coisas estão dando certo”

Sarah Frota revela origem de apelido e comenta estreia no Ultimate em duelo do ‘ghetto’ diante de Livinha Souza no UFC Fortaleza

Rainha da violência, Ariane Lipski treina com Cris Cyborg nos EUA antes de estreia no UFC

(Crédito da foto: Reprodução/Twitter Oficial UFC)