Destaque na base do Corinthians, Fabricio Oya já recusou convite do Liverpool quando tinha 15 anos

O Corinthians chega a mais uma semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior. No elenco de Eduardo Barroca, um jogador se destaca em sua última participação. Fabricio Oya, entretanto, teve a oportunidade de jogar na Inglaterra há alguns anos.

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Fabricio Oya é o artilheiro do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Um dos destaques da equipe, o Camisa 10 atua em sua última participação da Copinha. Experiente na base do time alvinegro, o meia quase foi parar na Inglaterra quando tinha apenas 15 anos.

Em 2014, o jogador já chamava a atenção na equipe de juniores do clube. Após conquistar a Milk Cup sub-15, na Irlanda do Norte, o jogador despertou o interesse de dois gigantes da Premier League. O meia foi o artilheiro da competição com sete gols em cinco jogos, e fez com que Liverpool e Manchester United se interessassem pelo atleta.

O time de Anfield chegou a enviar um convite para o brasileiro conhecer a estrutura do clube e fazer treinamentos na Inglaterra, mas não obteve resposta. Em entrevista ao UOL na época, um diretor do Liverpool afirmou: “Não foi nada profissional a maneira como nosso convite foi tratado”.

Em resposta, o empresário Wagner Ribeiro disse: “O Liverpool e o Manchester United procuraram para que ele ficasse treinando lá, mas é um garoto que não é profissional. Foi dito a eles que não interessava, que ele tem um contrato de formação e que deve ser profissionalizado no Corinthians. É o projeto que temos para ele”.

Caso o convite fosse aceito, o Liverpool seguiria monitorando Fabricio Oya até os 18 anos, completados em 2017. Depois disso, poderia contratar o atleta em definitivo.

Leia mais:

Classificado na Copinha, Barroca comenta presença da torcida do Corinthians em Barueri: “Isso aí aproxima o jogador”

Rafael Bilu enaltece fisioterapeutas do Corinthians e demonstra apoio a Fessin: “Vamos dar esse presente para ele”