Henry Cejudo afirma: “Sou um dos maiores lutadores de todos os tempos”

O norte americano campeão peso-mosca do UFC Henry Cejudo nocauteou seu compatriota TJ Dillashaw com apenas 32 segundos de luta no main event do UFC Fight Night 143 que foi realizado no último sábado (19), no Barclays Center, Brooklyn, Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Reprodução | Instagram: Henry Cejudo.

Logo após o triunfo sobre Dillashaw, Henry Cejudo apareceu com ‘a bola toda’ na coletiva de imprensa que aconteceu ao final do UFC Brooklyn e afirmou que é um dos maiores lutadores da história do MMA.

“Levantem-se, senhores, o campeão chegou. Eu acho que essa vitória foi forte. Eu repito, fiz não só por mim, mas por todos. Eu coloquei meus olhos sobre eles. Não subestime os caras do peso-mosca. Demetrious Johson reinou por muito tempo aqui. E agora bati no campeão do peso-galo. Eu dei a oportunidade (de TJ disputar o título no peso-mosca), e isso fará parte do meu legado. Eu acho que agora tenho o direito de ter essa oportunidade (disputar o cinturão do peso-galo). Me dê essa chance. E neste momento estou só feliz. Sobre o futuro da divisão, preciso conversar com Dana White e perguntar: “O que está acontecendo?”. Se não houver a categoria, contra quem vou lutar?”, disse o campeão.

Henry Cejudo comenta arbitragem polêmica:

Ainda na coletiva de imprensa pós evento, Henry Cejudo comentou a polêmica interrupção do árbitro central (Kevin) no duelo e se auto denominou um dos maiores lutadores de todos os tempos.

“Quando você bate alguém como TJ, vão falar. “terminaram muito rápido contra o TJ”. Mas eu não ligo, tenho credenciais suficientes para mostrar que sou o melhor. Eu estava forte e acho que foi uma boa interrupção do juiz. Eu daria mais 20 golpes? Não é assim que a coisa funciona. É assim que funciona o MMA. Depois da luta cheguei a falar para o árbitro: “Você está ok”. Assista de novo e você vai ver. Sou mais rápido e mais explosivo do que ele. Eu sabia exatamente os movimentos que TJ ia fazer e tomei conta do meu território. Espero que vocês aceitem essa vitória (risos). Eu sou um dos maiores lutadores de todos os tempos. Eu sou o verdadeiro campeão-campeão. Isso é o que me torna especial, é sobre o amor que eu tenho em lutar. É desafiador à minha pessoa. É a disciplina que tenho e ninguém vê. Existe um longo processo para ser o campeão que eu sou”, finalizou.

Leia também no TORCEDORES.COM:

TJ DILLASHAW SOBRE INTERRUPÇÃO POLÊMICA NO UFC BROOKLYN: “TANTA COISA EM JOGO E O ÁRBITRO ACABOU COM TUDO”

SANTIAGO PONZINIBBIO PROVOCA RAFAEL DOS ANJOS: “ESTÁ CORRENDO DE MIM”

DARIO FERRARI COMENTA PARTICIPAÇÃO NO PRÊMIO OSVALDO PAQUETÁ: “UMA HONRA QUE JAMAIS SERÁ ESQUECIDA”