Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-Santos se aposenta aos 29 anos e vira padeiro: “Cansei de humilhação e covardia no futebol”

As categorias de base do Santos, tradicionalmente revelam craques. A geração do Peixe que atuou no final da década de 2000 nas camadas inferiores do clube possui estrelas mundiais, por exemplo. Neymar, Paulo Henrique Ganso, André, Alan Patrick, Felipe Anderson, Rafael Cabral… há, porém, um nome que surgiu com pouca força e foi sumindo aos poucos. Trata-se de Jefferson Café, volante da equipe. Ele decidiu abandonar a carreira aos 29 anos e passou a trabalhar em uma padaria em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, Rio de Janeiro.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Divulgação/Santos FC

Em entrevista ao repórter Juan Andrade, do portal Globoesporte.com, Jefferson Café mostrou frustração com seus últimos clubes. “Cansei de passar por humilhações e covardias no futebol. Decidi parar, era difícil demais. Em 2018, fui jogar em Tocantins e não recebi nada até hoje. Também voltei machucado”, afirma.

Revelado nas categorias de base da Cabofriense, Café chamou atenção do Santos logo na sequência. Jogou também na Portuguesa Santista, Santo André, Tigres, Araioses, Arraial do Cabo, Anapolina e Real Noroeste. Foi no Peixe, porém, onde teve mais contato com o futebol profissional. Além de atuar junto com todos os atletas elencados no primeiro parágrafo, é possível vê-lo em fotos junto com jogadores como Giovanni e Arouca.

Café, por sinal, foi responsável direto por levar uma das promessas citadas para o Santos. No caso, André. De cidades vizinhas (André é de Cabo Frio), o ex-volante indicou o jogador, ainda na base da Cabofriense, para o time sub-20 do Santos. Em matéria de 2016, assinada pelos repórteres Juan Andrade e Gustavo Garcia, também no portal Globoesporte.com, ele já dizia que não teve retribuição do centroavante ou de outro jogador quando buscou ajuda.

LEIA MAIS
Na torcida por Gabriel Medina, Neymar twitta desejando sorte ao amigo
Neymar é usado como “exemplo” em combate a incêndios; entenda
Neymar ganha camisa do Redskins entregue por Josh Norman antes de Brasil x El Salvador

As melhores notícias de esportes, direto para você