José Aldo fará sua primeira luta no Nordeste e declara “Eu não aceito derrota”

Neste sábado (02), o UFC volta ao Brasil com evento na cidade de Fortaleza. Com a luta co-principal, José Aldo fará sua primeira luta no Nordeste em 15 anos de carreira.

Klaus Garcia
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação / Twitter José Aldo

O “campeão do povo”, José Aldo, fará neste sábado (02) sua primeira luta na região Nordeste em 15 anos de carreira. Nascido no Amazonas e tendo suas principais lutas no Brasil disputadas no eixo Rio-São Paulo, Aldo espera fazer uma grande luta para seus fãs de Fortaleza. “Eu não tive a oportunidade de estar em grandes eventos aqui. Eu tentei lutar no evento aqui em Fortaleza que o Léo venceu o TUF, não tive essa oportunidade, eu queria ter lutado no Nordeste. Eles merecem isso. Eu recebo muitas mensagens deles. Eu queria bem antes já ter lutado aqui. Mas graças a Deus agora a gente está podendo, e se eu puder dar uma rodada no Brasil, para mim seria ótimo”, disse Aldo em entrevista para o canal Combate. A luta contra Renato Moicano será a penúltima da noite do UFC Fortaleza.

O manauara já esteve presente em outro evento na cidade e sentiu o que pode esperar da torcida local. “Pude sentir como era a vibração da torcida, de como os fãs gostam bastante de MMA, eu recebo muitas mensagens dos fãs daqui nas minhas redes sociais, então eu sei como é o carinho que eles sentem pelos atletas e profissionais da luta. É bem diferente de lutar no Sudeste pra baixo, que eles já estão mais acostumados a ver grandes lutas. Aqui tem um peso especial por isso.”, declarou o ex-campeão dos peso pena.

Aldo que tem apenas mais três lutas no contrato com o Ultimate e pretende encerrá-lo ainda em 2019, preferencialmente com lutas no Brasil. Se os planos derem certo, ele estará no evento em maio, em Curitiba e em novembro, em São Paulo. Assumindo que gostaria de parar, Aldo garante que o foco na luta e a vontade de vencer são até maiores do que antes. “Sou um cara muito voltado para a perfeição. Eu não aceito derrota. Pode ter certeza que lá dentro vou sempre dar o meu máximo, vou sempre procurar vencer. Se você perguntar a qualquer amigo meu de treino na academia, você vai ver o quanto eu busco a vitória. Não tem esse negócio de ‘Ah, vou afrouxar um pouco’, não tem como. Essas três últimas lutas, principalmente na última luta contra o Stephens, eu treinei muito, já tinha isso na minha cabeça bem antes, sempre quis treinar para chegar lá dentro e vencer. No sábado também, vai ser ainda mais, sabendo que quero finalizar a carreira com três vitórias.”, afirmou o manauara.

A pesagem para o evento acontece nesta sexta (01) e as lutas acontecem no sábado (02) a partir das 20:00.

LEIA MAIS:

Renato Moicano afirma: “Vou mostrar meu respeito, José Aldo é ídolo e merece”