Presidente do Santos comemora exposição do clube na mídia com Sampaoli: “Passaram a falar o dobro”

Jorge Sampaoli chegou com status de estrela do Santos no ano de 2019. Técnico que dirigiu duas seleções distintas em duas edições de Copa do Mundo, o nome do argentino causou impacto imediato. Os bons resultados obtidos até aqui (três vitórias em três jogos, incluindo uma vitória no clássico SanSão, contra o São Paulo) são “apenas” a cereja do bolo. Quem disse algo semelhante foi ninguém mais, ninguém menos que José Carlos Peres, presidente do Peixe.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Na noite da última terça-feira (29), José Carlos Peres afirmou algo peculiar. Sequer colocou a sequência de vitórias de Jorge Sampaoli em pauta ao falar dos benefícios que ele trouxe para o Santos. “Os programas esportivos só têm falado da gente. Dos cinco minutos que falavam habitualmente, passaram a falar dez, doze minutos. Só por isso já valeu a pena trazê-lo. Imagina se ganhar algum campeonato?”, indagou ao repórter Lucas Musetti Perazolli, do portal Gazeta Esportiva. Sua chegada já era aguardada pelos torcedores da agremiação desde que anunciada.

O contrato de Jorge Sampaoli com o Santos vai até dezembro de 2020. Antes de chegar ao Peixe, dirigiu a Seleção Argentina, o Sevilla, a Seleção Chilena e a Universidad de Chile, clube em que começou a despontar no cenário mundial. Antes disso, passou por Emelec, O’Higgins, Sporting Cristal, Coronel Bolognesi, Sport Boys, Juan Aurich e uma série de pequenas equipes do futebol argentino.

Depois de vencer os três primeiros jogos no comando do Alvinegro Praiano, Sampaoli vai até Bragança Paulista. O Santos enfrenta o Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, às 19h15, na quinta-feira (31).

LEIA MAIS
Mercado da Bola: Ídolo da Ponte Preta com passagens por Santos e Corinthians assume time no MS
Pai de craque do Santos já marcou Neymar e foi aconselhado pelo filho: “Não vai seco na bola”
Mercado da Bola: Coritiba quer contratar croata que já jogou Copa do Mundo e foi sondado pelo Santos