Dedé, Thiago Neves e Luan: 7 negociações desta janela de transferências que fracassaram

O mercado da bola do futebol brasileiro, que vive dias de longas novelas desde o início de dezembro do ano passado, segue a todo vapor e com muitas negociações em andamento, mas também já teve dias de deixar clubes e torcedores só na vontade por determinado jogador.

Danielle Barbosa
Colaborador do Torcedores

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O Torcedores.com listou as negociações dos clubes brasileiros nesta janela de transferências para o início da temporada de 2019 que tinham tudo para dar certo, mas fracassaram.

Veja a lista ATUALIZADA dos reforços contratados pelo seu time para 2019

DEDÉ NO FLAMENGO:

Antes mesmo de abrir negociações para tirar Arrascaeta do Cruzeiro, o Flamengo já havia iniciado a missão de contratar o zagueiro Dedé, considerado um dos melhores da posição no futebol brasileiro há alguns anos. Ao contrário do uruguaio, Dedé se reapresentou normalmente ao time mineiro e em nenhum momento comentou sobre as especulações, mas a diretoria da Raposa sempre bateu o pé pela permanência do jogador e deixou claro que só o negociaria pelo valor da multa rescisória – algo que ultrapassa

Veja os PROGNÓSTICOS de nossos especialistas para os jogos da Copinha

Em entrevista ao site Coluna do Flamengo, o empresário do zagueiro, Giuliano Aranda, mais conhecido como Magrão, falou sobre a permanência do jogador no Cruzeiro. “Futebol nunca se sabe o que vai acontecer amanhã. Com certeza teve o contato entre os clubes, mas não teve evolução. Dedé tem a cabeça no Cruzeiro, claro que todo atleta pensa nas possibilidades, mas é muito falatório, teve a confusão do Arrascaeta… Ficamos no Cruzeiro sexta e sábado, conversamos com o Dedé, com a diretoria, e decidimos. Não teve evolução, e achamos melhor colocar o vídeo para acabar com isso”.

THIAGO NEVES NO GRÊMIO:

O Grêmio tentou tirar o meia Thiago Neves do Cruzeiro para reforçar o time e suprir as saídas de Douglas, Ramiro e possivelmente Cícero – que ainda não chegou a um acordo para renovar com o Tricolor. E apesar do desejo do técnico Renato Gaúcho e das diversas tentativas do time gaúcho, o jogador renovou seu vínculo com a Raposa até o fim de 2020 e frustrou os planos do Grêmio para 2019.

FELIPE MELO NO FLAMENGO:

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Logo na primeira semana da nova diretoria Rubro-Negra, que assumiu o comando do clube no início de dezembro, o Flamengo tentou tirar o volante Felipe Melo do Palmeiras, principal concorrente na briga por títulos nos últimos anos. A negociação, apesar dos rumores de que o jogador de 35 anos gostaria de encerrar a carreira no clube do coração, não avançou.

TARDELLI NO CORINTHIANS:

Tardelli

Divulgação/Shandong Luneng

Antes de contratar o argentino Mauro Boselli, do León, do México, a primeira opção era Diego Tardelli, que disputou as últimas temporadas com o Shandong Luneng, mas deixou o clube após o término do contrato e poderia assinar com o time do Parque São Jorge sem custos. Apesar do interesse corintiano, o jogador sempre fez questão de deixar claro seu desejo de seguir no futebol chinês.

LUAN NO CRUZEIRO:

Lucas Uebel/Getty Images

Em meio a possibilidade de Thiago Neves ir para o Grêmio, o Cruzeiro chegou a sonhar com a contratação do atacante Luan, do time gaúcho, como parte do negócio. E o acordo esteve próximo de acontecer, mas depois que a informação chegou para a imprensa, as conversas esfriaram e o jogador acabou permanecendo no Tricolor após uma conversa com o técnico Renato Gaúcho.

PABLO NO FLAMENGO:

Antes mesmo do término do Campeonato Brasileiro, os rumores davam conta do interesse do Flamengo no atacante Pablo, que se destacou com a camisa do Athletico Paranaense. O Rubro-Negro teria oferecido mais de 6 milhões pelo jogador, mas as conversas não evoluíram e o atleta acabou fechando com o São Paulo, apesar de algumas sondagens para jogar fora do país.

RAFAEL SÓBIS NO GOIÁS:

Ricardo Duarte/Internacional

Sabendo que Sóbis negociava sua rescisão com o Cruzeiro, o Goiás tentou contratar o atacante para reforçar seu elenco para a temporada de 2019, quando a equipe retorna à elite do futebol brasileiro. A negociação não evoluiu porque a diretoria do clube esmeraldino achou o jogador “muito caro”.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: lista traz as 10 maiores contratações de jogadores estrangeiros no Brasil