Opinião: Precisamos de mais Fantasy para games e e-Sports!

Há uma adesão cada vez maior do público de esportes aos Fantasy Games.Os divertidos jogos online onde é possível escalar equipes com pontuação de acordo com o desempenho dos times em campeonatos, se utilizando de dados estatísticos é cada vez mais comum para modalidades populares, como futebol. Mas, e os e-Sports?

Gisele Henriques
Colaborador do Torcedores

Crédito: Imagem: Reprodução / ESL

No Brasil e no mundo já existem alguns sites de Fantasy voltados para os esportes eletrônicos. A ESL (Electronic Sports League) possui seu próprio site de Fantasy, com opções de apostas divididos por títulos de jogos: CS:GO, Dota2, Heartstone, League of Legends, Overwatch, Paladins, StarCraft II e World of Tanks. Ao tentar acessar, porém, percebemos que, além do site ser em inglês, não possuía na ocasião mercados em aberto para apostas.

Uma iniciativa brasileira é o site MeuCBLoL. Nele, é possível escalar equipes de jogadores, inspirado no Campeonato Brasileiro de League of Legends. Segundo informações do site Meu Fantasy, a plataforma conta com 33 mil usuários, que podem escalar os jogadores de acordo com as rotas Topo, Caçador, Meio, Atirador, Suporte e Treinador; são cinco jogadores e um técnico, que devem ser escalados com o valor de $2.000, moeda do Fantasy. Após cada rodada do Campeonato Brasileiro de League of Legends, o apostador recebe uma pontuação, que pode ser comparada com todos os usuários do site ou somente com amigos em uma liga. Criado em 2016 por João Gabriel, o site não oferece premiações em dinheiro.

A exemplo do CBLoL, já existem diversas competições nacionais e internacionais de esportes eletrônicos para a maioria dos títulos de games mais competitivos; e-atletas e equipes são mundialmente conhecidos, ganhando status ou chancela de grandes times de futebol. Então, o que falta para recriar este universo com maior popularização nos Fantasy Games? A adesão do público, com certeza, será rápida, pois conta em maioria com pessoas já familiarizadas com mecanismos de gamificação, além de apaixonadas por games e campeonatos.

LEIA MAIS:

FANTASY: QUAL JOGADOR VOCÊ ESCOLHERIA PARA SER O MAIS CARO DO JOGO COM OS REFORÇOS DOS CLUBES PARA 2019? VOTE