Assalto à lutadora de MMA vira capa de jornal irreverente do Rio de Janeiro

A tentativa de assalto à lutadora Polyana Viana, do UFC (Ultimate Fighting Championship) segue repercutindo. Praticante de Mixed Martial Arts (MMA), a atleta percebeu que a arma utilizada pelo meliante era falsa e reagiu e dominou o assaltante. A capa desta terça-feira (08) do jornal Meia Hora de Notícias, famoso por sua forma irreverente de comunicar, tratou do tema.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Confira abaixo a capa do Meia Hora de Notícias, com destaque para a tentativa de assalto a Polyana Viana:

Polyana estava esperando seu carro na frente de um condomínio no bairro da Pechincha, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O assaltante se aproximou e anunciou o assalto. Ao perceber que a arma utilizada era falsa, a lutadora o agrediu e, depois, o meliante se acalmou. A polícia foi chamada e ela não deixou de fazer registros do ocorrido.

Em entrevista ao Combate.com, Polyana deu mais detalhes sobre como tudo aconteceu. “Como ele estava muito perto e vi que ele não ia conseguir usar a arma, levantei e dei dois socos e um chute nele. Foi muito rápido. Várias pessoas passavam na hora, mas ninguém parou. Olhavam e passavam, mas, parar, ninguém. Quando eu já tinha imobilizado ele com um mata-leão, ele começou a se debater. Fomos parar no outro canteiro até imobilizá-lo, até ralei a perna. Soltei ele, mas ainda segurei o braço com uma kimura para ele não correr. Nisso eu já tinha pedido para um motoboy que estava passando na rua para ligar para a polícia”, conta.

LEIA MAIS
Mascote de time da Premier League dá aula de cidadania para capitão de equipe
Técnico do Liverpool aparece dançando Beyoncé em festa de reveillón, veja vídeo
Jogador argentino manda camisa para coleção de Messi e tatua foto do ídolo com presente