Mercado da bola: Presidente do Santos revela sondagem por meia e dois atacantes, mas vê inviabilidade nos negócios

O presidente do Santos, José Carlos Peres, revelou que o clube sondou o meia Luis Díaz, do Junior Barranquilla, e os atacantes Pedro Rocha, ex-Grêmio e hoje no Spartak Moscou, e Brayan Angulo, do Emelec.

Gabriela Maruyama
Jornalista, assessora de imprensa e pós-graduada em Jornalismo Esportivo e Multimídias. Amante dos esportes desde sempre e apaixonada por futebol inglês. Contato: gamaruyama@gmail.com

Crédito: Johann Schwarz - Getty Images

Apesar disso, o mandatário contou que os valores dos jogadores tornaram as negociações inviáveis, em entrevista à Gazeta Esportiva. “Queria o Díaz, quem não quer, mas se o River Plate não tirou ele com 5 milhões de dólares, imagina?”, declarou ele.

“Também queria o Pedro Rocha que você falou, mas não dá, é duro de trazer. Muito caro. E sobre o Angulo, você vai cair duro… Pedem 7 milhões de dólares (R$ 25,8 mi). E por 70% dos direitos econômicos”, completou.

Até o momento, o Peixe reforçou o time apenas com o meia-atacante venezuelano Yeferson Soteldo, mas segue tentando as contratações do goleiro Everson, do zagueiro Felipe Aguilar e do volante Pablo Pérez.

LEIA MAIS
Torcida do Boca Juniors se anima com possível saída de Pablo Pérez, especulado no Peixe
Kaio Jorge diz que tem gostado de trabalhar com Sampaoli e revela que técnico o colocou de ponta nos treinos
Promessa da base santista revela desejo de fazer história no Peixe: “quero ter meu nome no muro do CT”