São Paulo anuncia Vagner Mancini para o lugar de Ricardo Rocha

O segundo dia da temporada de 2019 do São Paulo reservou o anuncio da contratação do atacante Biro Biro, do Shanghai Shenxin-CHI, e o acerto com Vagner Mancini para ocupar o cargo deixado por Ricardo Rocha como coordenador técnico de futebol.

Péterson Neves
Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale. Contato: petersongneves@gmail.com

Crédito: Divulgação/Vitória

O Vagner Mancini tem uma longa trajetória no futebol, uma carreira de treinador consolidada e aceitou esse convite por confiar no projeto apresentado pelo São Paulo. Tenho certeza de que vai agregar muito ao clube e à comissão técnica com a sua experiência”, afirmou o diretor-executivo de futebol Raí, ao site oficial do Tricolor.

Mancini, chamado pelo site do Tricolor de agora ex-treinador, será o responsável pela comunicação entre membros da diretoria, comissão técnica e atletas.

Veja os PROGNÓSTICOS dos especialistas para os jogos da Copinha

Respeito muito a profissão de treinador, mas vi nessa oportunidade que o São Paulo me proporciona uma grande chance de aproveitar o conhecimento adquirido como atleta e fora do campo em uma nova função. Estou muito otimista e confiante com essa nova etapa da minha carreira”, destaca Vagner Mancini.

Ele também será responsável pela sistematização de metodologias, processos internos e supervisionará a análise de desempenho e de nomes no mercado. Sua experiência em trabalhar com jovens jogadores será explorada para dar sequência à constante integração entre o time principal e as categorias de base.

O coordenador técnico inicia os trabalhos nesta quinta-feira (03), na reapresentação do elenco no Centro de Treinamento da Barra Funda.

PERFIL – VAGNER MANCINI

Nome completo: Vagner Carmo Mancini
Data de nascimento: 24/10/1966 (52 anos)
Local de nascimento: Ribeirão Preto (SP)

Clubes como jogador: Guarani, Portuguesa, Bragantino, Grêmio, Coritiba, Ponte Preta, Sãocarlense, Ceará, Figueirense, Sport, Ituano e Paulista

Títulos como jogador: Campeonato Gaúcho (1995) Copa Libertadores da América (1995) e Campeonato Catarinense (2003)

Clubes como treinador: Paulista (2004-2005), Al-Nasr-EAU (2005-2007), Grêmio (2008), Vitória (2008-2009), Santos (2009), Vitória (2009), Vasco da Gama (2010), Guarani (2010), Ceará (2011), Cruzeiro (2011-2012), Sport (2012), Náutico (2013), Athletico Paranaense (2013), Botafogo (2014), Vitória (2015-2016), Chapecoense (2017) e Vitória (2017-2018)

Títulos como treinador: Copa do Brasil (2005), Campeonato Baiano (2008 e 2016), Campeonato Cearense (2011), Campeonato Catarinense (2017) e Taça Sandro Luiz Pallaoro (2017)

LEIA MAIS
SONHO DE TRICOLOR, FLAMENGO E INTER, PATO NÃO ESCONDE DESEJO DE VOLTAR AO BRASIL
MERCADO DA BOLA: VEJA AS MOVIMENTAÇÕES DO TRICOLOR PARA 2019
CHEGADA DE HERNANES AO TRICOLOR CAUSA ‘INVEJA’ EM RIVAIS; PALMEIRENSES E FLAMENGUISTAS COBRAM TIMES NA WEB