Adversário do São Paulo na Libertadores pode paralisar futebol na Argentina; saiba o motivo

Nos últimos anos, o futebol da Argentina é marcado por incidentes extracampo. O ano de 2019 mal começou e já existe a chance de algumas ligas menores do país não começarem na data certa. Dois dos principais envolvidos na pendenga jurídica são clubes reconhecidos e que participarão da próxima edição da Copa Libertadores da América. Tratam-se de Boca Juniors, que enfrentará o Athletico no Grupo G, e o Talleres, adversário do São Paulo na fase de classificação (popularmente conhecida como Pré-Libertadores).

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Toda a polêmica acontece por conta da transferência de Emanuel Reynoso, popularmente conhecido como Bebelo. O atleta, que fez suas categorias de base no Club Infantil Barrio Ituzaingó (também conhecido como CIBI), se transferiu para o Talleres em 2014. No início de 2018, nova mudança de clube. Na ocasião, para o Boca Juniors. O clube de Cordoba venceu 60% dos direitos federativos para os xeneizes, mas 20% ainda estavam com o CIBI. O montante, de acordo com a equipe infantil, gira entre quatro e cinco milhões de dólares.

Ao pedir para a AFA (Associación Argentina de Futbol, entidade que comanda o futebol do país) e para o Boca Juniors o valor correto, o CIBI não teve resposta. O presidente da Liga Cordobesa de Futbol, região onde fica o Barrio Ituzaingó, Emeterio Farías, disparou contra a situação. “Existem algumas instituições que estão fazendo lobby para que não sobre nem uma migalha de pão para os times pequenos”, afirma.

A Liga Cordobesa coordena algumas divisões inferiores do futebol argentino – que é regionalizado em categorias de acesso. Essas ligas ameaçam não começar a disputa, marcada para março, caso o CIBI não receba o dinheiro que tem dinheiro. Até lá, todos lutam por um acordo.

LEIA MAIS
Imprensa argentina revela detalhes da reunião após jogo contra a Croácia na Copa do Mundo, em que Messi expôs Sampaoli
Jogador argentino manda camisa para coleção de Messi e tatua foto do ídolo com presente
Gallardo na Seleção Argentina? Veja o que disse o técnico sobre a hipótese