Thomaz Belluci e Rogerinho são eliminados nas qualis do Australian Open

Os tenistas Thomaz Belluci e Rogerinho fizeram sua estreia nesta quarta-feira (09) no Australian Open (AO). Enquanto Rogerinho não conseguiu impor seu jogo em Melbourne, Belluci até saiu na frente, mas perdeu força. Eliminados, os tenistas voltam às quadras em fevereiro, em piso de saibro.

Paula Rühling
Jornalista formada pela Universidade Federal de Mato Grosso, apaixonada por esportes. Ex atleta de natação e típica jogadora de tênis de final de semana. Objetivo de vida: nunca deixar de contar boas histórias.

Crédito: Divulgação / ATP Tour

Se a terça-feira teve um saldo positivo para o Brasil nas qualificatórias do Australian Open, a quarta-feira foi negativa para Thomaz Belluci e Rogerinho. O dia em Melbourne começou com Rogério Dutra Silva contra Daniel Evans. Pior para o tenista número dois do brasil, que não conseguiu se impor na partida. O britânico venceu com tranquilidade por 6-2 6-3 em menos de uma hora de partida.

Rogerinho não conseguiu repetir o bom desempenho da semana passada. Também na Austrália, ele levou para casa o título do Challenger de Playford, jogado em piso duro, como no AO.

Thomaz Belluci, que declarou 2018 como o pior ano de sua carreira, também não começou bem em 2019. Na última partida do dia em Melbourne, o brasileiro perdeu de virada por 2-6 6-3 e 6-4.

Enfrentando o tcheco Lukáš Rosol, o paulista começou muito bem, aproveitou dois break points a seu favor, salvou os que teve contra para fechar com tranquilidade o primeiro set. Mas, ao não manter o ritmo, o ex-número 1 do Brasil permitiu a reação de Rosol, que aproveitou para quebrar o primeiro serviço de Belluci no segundo set. O theco só precisou administrar a vantagem. O terceiro set foi praticamente a repetição do segundo.

Agora o Brasil conta apenas com dois representantes no Grand Slam do Pacífico. Thiago Monteiro e Bia Haddad Maia voltam às quadras de Melbourne na quinta-feira , mas ainda noite de quarta no Brasil. Monteiro irá desafiar o francês Gregoire Barrere por volta das 22h30 (horário de Brasília). Neste mesmo horário, Bia jogará contra a eslovena Kaja Juvan.

Campanhas anteriores no AO

Rogerinho, que se tornou profissional em 2003, participou poucas vezes do AO. Apenas em 2017 e 2018 entrou nas chaves principais sem passar pelas qualificatórias. E foi em 2017 que ele conseguiu chegar à segunda rodada, perdendo para o francês Guilles Simon.

Thomaz Belluci ficou longe de repetir sua melhor campanha no Grand Slam. Em 2014 o tenista também passou pela fase de qualificação, e chegou a segunda rodada da chave principal. Perdeu para o francês Jo-Wilfried Tsonga em um jogo disputadíssimo. Em 2010, 11, 12 e 16 Thomaz também chegou a segunda rodada, porém ele estava entre os 100 melhores do mundo, ou seja, não precisou passar pelas qualis.