Prestes a enfrentar Cejudo, TJ Dillashaw e seu treinador não descartam desafiar Max Holloway nos penas; saiba mais

Ex-lutador do UFC e atual treinador do campeão peso-galo da organização TJ Dillashaw, Duane ‘Bang’ Ludwig também é o detentor do nocaute mais rápido da história da organização presidida por Dana White.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Reprodução | Instagram: Tj Dillashaw.

Duane Ludwig, treinador de TJ Dillashaw, nocauteou Jonathan Goulet com 6,6 segundos do primeiro round do combate que foi realizado no UFC Fight Night 3 que aconteceu em janeiro de 2006 e parece que como treinador, é tão audacioso quanto como era enquanto foi lutador.

Seu pupilo, TJ Dillashaw, que irá baixar da categoria peso-galo (até 61 kg) para encarar seu compatriota e campeão peso-mosca (Até 57 kg) Henry Cejudo na luta principal do UFC Fight Night 143 que será realizado no dia 19 de janeiro no Barclays Center, Brooklyn, em Nova Iorque, parece não querer parar por aí, e poderá sim subir para a categoria peso-pena (Até 66 kg) para desafiar seu também compatriota e atual campeão Max Holloway.

Em um vídeo ao vivo em seu Instagram oficial, TJ Dillashaw não descartou que poderia subir de divisão de peso para encarar Max Holloway, mas precavido, afirmou que deve ‘dar um passo de cada vez’.

“Todo mundo quer que eu vá para o peso-pena e lute com o Max (Holloway).”Eu adoraria. Mas olhe, um passo de cada vez. Vamos enfrentar primeiro o (Henry) Cejudo e depois o Max (Holloway) pode ser o próximo. [Eu posso] ser o primeiro a conquistar três cinturões (simultaneamente)”, disse o campeão peso-galo.

Em entrevista ao MMA Junkie, Duane Bang também comentou sobre essa possível ‘subida’ de TJ Dillashaw para os penas.

“Acho que seria um desafio maior (para Dillashaw) subir de categoria, do que descer. TJ (Dillashaw) não é um peso-galo de qualquer maneira, se ele subir de peso, aí que vamos ver mais mudanças. Eu suponho que ele ficaria um pouco mais lento, porém, com maior poder, mais força. Mas vamos ver o que vai acontecer, se essa será nossa jornada. Agora, estamos focados na tarefa que temos em mãos”, disse.

Confira abaixo o card (sujeito à alterações) do UFC Fight Night 143: Cejudo vs. Dillashaw:

Card Principal:

  • Peso-mosca: (c) Henry Cejudo vs. TJ Dillashaw – Pelo cinturão da categoria peso-mosca;
  • Peso-pesado: Allen Crowder vs. Greg Hardy;
  • Peso-leve: Gregor Gillespie vs. Yancy Medeiros;
  • Peso-mosca: Joseph Benavidez vs. Dustin Ortiz;
  • Peso-mosca: Paige VanZant vs. Rachael Ostovich;
  • Peso-meio-pesado: Glover Teixeira vs. Karl Roberson.

Card Preliminar:

  • Peso-leve: Alexander Hernandez vs. Donald Cerrone;
  • Peso-mosca: Joanne Calderwood vs. Ariane Lipski;
  • Peso-pesado: Alonzo Menifield vs. Vinicius Mamute;
  • Peso-galo: Cory Sandhagen vs. Mario Bautista;
  • Peso-pena: Dennis Bermudez vs. Te Edwards;
  • Peso-meio-médio: Belal Muhammad vs. Geoff Neal;
  • Peso-meio-médio: Chance Rencountre vs. Dwight Grant.

Leia também no TORCEDORES.COM:

RANDY BROWN FORA, DWIGHT GRANT SUBSTITUI E ENCARA CHANCE RENCOUNTRE NO UFC FIGHT NIGHT 143

RONY JASON RETORNA AO MMA NO LUX FIGHT LEAGUE 4 E ENFRENTA DIEGO LOPES NO MÉXICO; SAIBA MAIS

JOHN LINEKER LAMENTA SAÍDA DO UFC BROOKLYN, DESCULPA-SE COM SANDHAGEN E AFIRMA QUE DESEJA ENFRENTA-LO NO FUTURO