TJ Dillashaw sobre interrupção polêmica no UFC Brooklyn: “Tanta coisa em jogo e o árbitro acabou com tudo”

No último sábado (19), na luta principal do UFC Fight Night 143 (UFC On ESPN+ 1 ou UFC Brooklyn), que foi realizado no Barclays Center, Brooklyn, Nova Iorque, nos Estados Unidos, o norte americano campeão peso-galo do Ultimate TJ Dillashaw acabou sendo atropelado por seu compatriota campeão peso-mosca Henry Cejudo com apenas 32 segundos de combate.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Reprodução | Instagram: MP.

Muitos dizem (incluindo o presidente do UFC Dana White) que o árbitro central (Kevin) do combate acabou parando precocemente a luta dando vitória de Henry Cejudo por nocaute técnico, e a opinião do frustrado TJ Dillashaw também é a mesma.

Logo após o revés para Cejudo, Dillashaw concedeu uma entrevista coletiva para os jornalistas que fizeram a cobertura do evento em Nova Iorque, e comentou sobre o acontecimento, afirmando que o árbitro precipitou-se ao encerrar o embate.

“Sentimento horrível. Você não para uma luta assim. Era uma luta de campeão contra campeão. Ele me perguntou se eu estava bem, e eu falei que estava bem. Parabéns, Cejudo, mas você não venceu essa luta. Eu trabalhei 12 semanas para estar aqui e me roubaram tudo em 32 segundos. Eu luto amanhã se quiserem. Essa é a situação de luta mais frustrante da minha carreira. Tinha tanto em jogo para um árbitro acabar com tudo. Ele foi mais agressivo do que o normal. Ele não costuma ser assim no começo, esse foi o ponto surpreendente. Eu falei para o Henry depois da luta: “Parabéns e bom trabalho”. Ele ficou feliz com a vitória, mas, vencendo dessa maneira, eu não ficaria, não me chamaria de vencedor”, disse.

Leia também no TORCEDORES.COM:

SANTIAGO PONZINIBBIO PROVOCA RAFAEL DOS ANJOS: “ESTÁ CORRENDO DE MIM”

DARIO FERRARI COMENTA PARTICIPAÇÃO NO PRÊMIO OSVALDO PAQUETÁ: “UMA HONRA QUE JAMAIS SERÁ ESQUECIDA”

CHRIS WEIDMAN DESAFIA JON JONES PARA LUTA: “ESPERO QUE ACONTEÇA”

FABRÍCIO WERDUM VIRA HERÓI E SALVA JOVEM DE SE AFOGAR NOS EUA