Walkner vence nas motos, e Price toma a liderança do Dakar

Matthias Walkner venceu a oitava especial do Rally Dakar, disputada nesta terça-feira (15) entre as cidades de San Juan de Marcona e Pisco, no Peru. O austríaco, atual campeão, corre o maior rali do planeta com uma moto KTM, e completou os 360 quilômetros cronometrados do dia em 3h55min25s, garantindo o triunfo, o seu segundo na atual edição.

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Foto: Dakar

O antepenúltimo estágio da prova contou com o abandono de um dos favoritos da prova. Ricky Brabec, que iniciou a terça-feira na liderança entre os pilotos das motos, viu o motor de sua Honda quebrar ainda no início da especial, e se viu obrigado a abandonar a disputa. O revés praticamente decreta a manutenção do jejum da marca japonesa, que não vence o Dakar desde 1989.

A segunda posição ficou com Pablo Quintanilla, piloto da Husqvarna que acabou 45 segundos atrás de Walkner. Toby Price e Sam Sunderland, ambos pilotos da KTM, terminaram o dia em terceiro e quarto, respectivamente, enquanto Andrew Short, com outra Husqvarna, fechou o top-5 do dia.

Adrien van Beveren foi o sexto mais rápido da especial com uma Yamaha, e foi seguido por Luciano Benavides, argentino que conduz uma KTM. Ignacio Cornejo Florimo apareceu na oitava posição, logo à frente de seu companheiro de Honda, Kevin Benavides. Xavier de Soultrait, com uma Yamaha, fechou o grupo dos dez melhores.

A classificação do Rally Dakar após oito especiais aponta Price na liderança, com 28h53min08s acumulados. O australiano tem 1min03s de frente para Quintanilla, o segundo colocado. Walkner é o terceiro, seguido por Sam Sunderland e por Van Beveren. Os cinco estão separados por menos de dez minutos.

O Rally Dakar terá sua penúltima especial disputada nesta quarta-feira (16), com largada e chegada em Pisco. Serão 313 quilômetros de trecho cronometrado.

Foto: Red Bull Content Pool