Brasileira do Barcelona afirma ter sido vítima de racismo em jogo de futebol na Espanha

Uma polêmica tomou conta do futebol feminino na Espanha no último fim de semana. Em campo, Rayo Vallecano x Barcelona. A vitória tranquila da equipe catalã, por 4×0, ficou em segundo plano. De acordo com o técnico culé, Luis Cortés, a brasileira Andressa Alves, que foi expulsa aos 29 minutos do segundo tempo, sofreu insultos racistas de uma adversária.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter/Reprodução

“Andressa Alves sofreu insultos racistas durante o jogo. Isto é um tema muito grave, temos que erradicar isso em todos nós. Daí chegou a sua reação, que não justifico”, afirmou Cortés.

A atleta confrontada por Andressa foi Sheila García, do Rayo. A direção do clube emitiu um comunicado defendendo a atleta. O informe foi divulgado nas redes sociais do clube de Madrid:

Basicamente, a equipe de Vallecas rechaça a acusação de que Sheila García foi racista. “Depois de falar com a atleta, com outros membros da equipe e após analisar as imagens do incidente, o Rayo Vallecano nega categoricamente que algum insulto racista foi dito sobre a jogadora do Barcelona. Nas imagens, observa-se claramente como, depois de uma ação fortuita da nossa atleta, em que ela toca a perna da adversária, a barcelonista responde prontamente, com uma ação desproporcional. A ação se reproduz cerca de um metro distante da arbitragem, que não escuta nada – ou seja, não houve. Por isso, em momento algum, na súmula da partida, se indica que houve tal insulto contra Andressa Alves”, afirma o comunicado.

Veja os PROGNÓSTICOS dos especialistas para os jogos dos Estaduais

Nos últimos tempos, insultos racistas aconteceram em competições de artes marciais no Estados Unidos, no futebol masculino italiano e em charges sobre a final do US Open de 2018.

LEIA MAIS
Meia venezuelano detona Maradona por apoio a Nicolás Maduro: “Das pessoas mais lamentáveis do futebol”
Em entrevista, Maradona mostra agressividade contra ex-mulher: “Tive vontade de arrancar a cabeça dela”
Ex-jogador da NFL acusado de agressão à ex-namorada assina com o UFC; saiba mais