DESTAQUE

Vice do Atlético-MG desmente Elias e rebate declarações do pai do jogador

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Elias

Foto: Elias critica arbitragem final do Mineiro

Crédito: Bruno Cantini

Em entrevista ao portal ‘Hoje em Dia‘ deste sábado (9), o vice-presidente do Atlético-MG, Lásaro Cândido, comentou a novela recente envolvendo o volante Elias. O Internacional, interessado no jogador, chegou a acertar as bases salariais, mas o Galo preferiu a sua permanência.

Lásaro afirma que nos próximos meses, o presidente Sérgio Sette Câmara irá cuidar da renovação contratual de Elias, o qual possui vínculo até janeiro de 2020.

“Ele tem um ano de contrato. É um jogador que está numa prateleira de cima. Uma renovação dessa envolve um custo. Como ele tem um ano de contrato ainda e um salário de prateleira de cima do padrão nosso (mas um salário razoável na comparação de outros clubes), então o Sérgio definiu que iria discutir com ele a partir agora de março, abril, a renovação”, explicou.

Elias
Bruno Cantini / Atlético

Após o clássico contra o Cruzeiro, o primeiro da temporada, Elias disse que se sentiu desrespeitado pela forma como as conversas foram conduzidas. O pai e empresário do camisa 7, Eliseu, alegou que não havia mais clima no clube. Lásaro nega que o volante foi oferecido para outros clubes no mercado.

Isso não existe. Esse tipo de palavreado não funciona com a gente. Pode o pai reclamar. Faz parte do jogo, mas não vamos ceder. Não adianta. Chance zero de o Atlético oferecer. O que existiu foi uma sondagem do Inter. E o Sérgio fez a proposta”, respondeu o dirigente.

Oferta do Inter

“Era fraca. Frágil. Sem chance. Isso não vamos fazer. Se fosse pra não envolver jogador, tinha que pagar tudo que o Atlético pagou (2,5 milhões de euros), isso no mínimo. E ainda era arriscado, porque tínhamos que ver se haveria reposição. O Elias é importante pra gente. Teve a sondagem do Inter, mas não houve segundo passo. Até porque o Inter não está em condições de grande investimento. Capacidade baixa para querer tirar jogador do Atlético. Mais fácil o contrário. O torcedor fica agitado, mas o dirigente tem que ter muita calma, não pode se assustar com pressões, com palpite de empresário. Estou gravando vídeos sobre questões do futebol e do direito, com uma linguagem menos sofisticada. Virei Youtuber, então, outro dia, falei sobre a participação do sócio torcedor, uma questão de reflexão”.

LEIA MAIS:

CALDENSE X ATLÉTICO-MG: VEJA A PROVÁVEL ESCALAÇÃO DO GALO

VICE DO GALO ABRE O JOGO SOBRE DIEGO TARDELLI E AVISA QUE O CLUBE NÃO FARÁ LOUCURA

HOJE NO CRUZEIRO, FRED ABRE O JOGO E DETALHA SAÍDA DO ATLÉTICO-MG

APÓS LESÃO, GUSTAVO BLANCO FAZ POSTAGEM NA WEB: ‘EU TENHO UM SONHO’