Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Carille explica mudanças feitas no Corinthians em derrota para Novorizontino e promete melhora

Com uma formação alternativa, o Corinthians foi derrotado pelo Novorizontino (1 a 0), na tarde deste domingo, no estádio Jorge Ismael de Biasi, e seguiu fora da zona de classificação às quartas de final do Paulistão. Após a partida, o técnico Fábio Carille explicou as seis mudanças feitas desde o início e prometeu melhora na sequência da temporada.

Rafael Alaby
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Reprodução/Esporte Interativo

“As mudanças é por ser início de trabalho, desgaste. Jogaram com Palmeiras e Londrina. Sentimos jogadores cansados em cima dos exames. Por isso as mudanças”, disse Carille. Os zagueiros Marllon e Pedro Henrique, o volante Gabriel, os meias Araos e Mateus Vital e o atacante Boselli foram titulares em Novo Horizonte.

Carille admitiu que a equipe precisa melhorar na sequência da temporada, mas enxergou melhoras em relação à atuação apresentada contra o Ferroviário, na última quinta-feira, em Londrina, pela Copa do Brasil.

“Pelo jogo em Londrina acho justo (a insatisfação da torcida). Não jogamos nada. Hoje não, fizemos um jogo melhor. Mas sabendo que temos de melhorar muito mais”, declarou Carille.

“Conseguimos triangular e chegar mais na área do adversário. Tinha a preocupação com a bola aérea. Criamos e chegamos na área. Incomodamos mais o adversário mais do que nos outros jogos. Mas temos de evoluir bastante para ir em busca dos nossos objetivos”, completou o técnico.

O Corinthians volta a campo na próxima quinta-feira (14), às 21h30, contra o Racing, na Arena, pelo jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana. Carille admitiu que ainda não tem o time na cabeça para essa partida, mas reconheceu que o confronto contra os argentinos será o maior desafio da sua equipe neste início de temporada.

“Não projetamos nada em relação a quem vai jogar, mas são competições diferentes. O gol fora tem muita importância. Pra mim vai ser o maior desafio do Corinthians esse momento. Um time que está liderando o Campeonato Argentino, está no segundo turno e parou pouco em dezembro. Para início de trabalho é o maior desafio. Depois o clássico (contra o São Paulo), outro campeonato (Paulistão), no qual temos de pontuar para entrar na zona de classificação. Mas primeiro pensamos no Racing“, frisou.

VEJA TAMBÉM:

Torcedores do Corinthians detonam atuação de Araos contra o Novorizontino 

Novorizontino x Corinthians: veja os melhores momentos do duelo pelo Paulistão