Carrasco no dérbi, Danilo Avelar foi rejeitado em teste pelo Palmeiras

No último sábado (3), o Corinthians venceu o jogo contra o Palmeiras no estádio do rival alviverde. O gol da partida foi marcado por Danilo Avelar, que superou muitas críticas e uma rejeição pelo clube do Allianz Parque, de acordo com o seu pai, em entrevista ao UOL.

Rafael Brayan
Apaixonado pelo estudo do esporte mais praticado no mundo.

Crédito: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Danilo Avelar vive uma excelente semana. Após marcar contra o maior rival do Corinthians, o lateral-esquerdo passou a ser exemplo de superação no time alvinegro. O gol da vitória enfrentando o Palmeiras marcou o jogador, ao lembrar de rejeição do clube quando tinha apenas 17 anos.

Em entrevista ao UOL, o pai de Danilo, Edilson Avelar, contou a história da reprovação do lateral pelo Palmeiras.

“O César Sampaio o descobriu na Copa São Paulo, ele jogou pelo Paraná Clube. O Danilo tinha dupla cidadania e o Sampaio tinha um projeto no Rio Claro-SP, então o Paraná liberou. Antes, ele passou pelo Palmeiras com 17 anos e não foi aprovado, disse Edilson.

“O César foi muito ético, não quis forçar ou usar sua influência no Palmeiras. Por isso ele foi para o Rio Claro, disputou dois Paulistas e surgiu o interesse da Ucrânia”, completou o pai do jogador.

Agora com certo apoio da torcida, o lateral-esquerdo quer permanecer no clube, de acordo com o seu pai. “Ele tem contrato até junho. Ele quer ficar. A família toda é corintiana. Queremos que ele fique e construa o nome no Corinthians e seja herói em outras conquistas”, concluiu Edilson Avelar.

Leia mais:

Danilo Avelar fala sobre o seu desempenho nos últimos jogos pelo Corinthians: “Não considero tão ruim quanto falam”

Fábio Carille elogia Danilo Avelar após gol da vitória contra o Palmeiras: “É o jogador mais regular desde a minha passagem”