Com Tardelli, elenco do Grêmio chega a 10 nomes para o ataque; veja as opções

Com desfecho positivo para o Grêmio, a novela envolvendo o atacante Diego Tardelli terminou no início da noite desta terça-feira. O jogador reforçará o elenco do técnico Renato Gaúcho pelos próximos três anos – ele estava livre no mercado desde que deixou o Shandong Luneng, da China.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Imagens de divulgação

Uma nova reunião nesta terça-feira, de acordo com o portal Globoesporte.com, serviu para concretizar a negociação. Tardelli passa a ser o 10° nome entre os atacantes do Grêmio, reforçando um setor que já vem dando conta do recado, já que o é o melhor ataque do país no momento com 21 gols feitos.

Jael, que era o atual centroavante titular, está sendo negociado com o FC Tokyo, do Japão. A chegada de Tardelli acelerou o processo de sua saída.

Veja a situação de cada atacante do elenco:

Diego Tardelli: Aos 33 anos, ele volta ao Brasil após ter passado por São Paulo, Flamengo e Atlético-MG, onde ganhou a Libertadores. O técnico Renato Gaúcho já adiantou que pode utilizá-lo em “duas ou três funções”, tanto aberto como centralizado.

Everton: Destaque absoluto em 2018 com 19 gols marcados, Everton segue como referência técnica do time. Apesar do assédio europeu, ele permaneceu no clube na janela de janeiro e, pelo menos até agosto, quando reabre o mercado, ele poderá formar parceria com Tardelli.

Luan: Livre das dores no pé, Luan voltou a apresentar bom futebol no início de 2019 e, por exemplo, marcou dois gols na vitória por 6×0 no último domingo sobre o Avenida. Luan tem 25 anos e em 2017 recusou uma proposta do Spartak Moscou.

Felipe Vizeu: Aos 21 anos, Vizeu foi um dos reforços trazidos para 2019 e tem contrato de empréstimo junto à Udinese até dezembro. Em quatro jogos, já marcou dois gols e era forte sombra a Jael, que deixou o clube.

Alisson: Espécie de 12° jogador do Grêmio em 2018, Alisson ainda se recupera de uma hiperextensão no joelho e deve voltar entre duas ou três semanas. Pode atuar pelas duas beiradas de campo e era o favorito a vaga deixada por Ramiro, que agora é de Marinho.

André: Com Jael, ele era apenas o terceiro centroavante do elenco, mas segue “prestigiado” por Renato e pela direção do Grêmio. Não tem nenhuma lesão no momento, mas está no final da fila entre os atacantes.

Marinho: Após toda a polêmica do vídeo vazado das férias, Marinho abriu em alta a temporada de 2019 e tem sido o herdeiro da vaga deixada por Ramiro, que foi para o Corinthians. Bem mais “interessado”, o jogador tem sido um dos destaques do Grêmio no novo ano.

Pepê: Considerado como promessa da base, Pepê tem aproveitado as chances junto ao time alternativo no Gauchão e já marcou três gols em seis rodadas. Tem 21 anos e conta com a admiração da torcida e de Renato.

Vico: Podendo também atuar na meia, Vico tem 22 anos e está integrado ao elenco profissional. Pelo acúmulo de opções, deve receber menos chances que os colegas.

Thonny Anderson: Apesar de também jogar como meia, Thonny vinha sendo testado como centroavante por Renato no início da temporada.

LEIA MAIS:

Grêmio chegou ao limite? Renato brinca com pergunta de repórter: “Só ventilador bate no teto”

Cinco títulos em menos de três anos: Geromel explica diferencial do Grêmio

Após 5° título pelo Grêmio, Renato atualiza situação de Jael e revela prazo por Tardelli

Marinho brinca e diz que “Grêmio nunca muda, sempre ganha”; Luan entra na onda: “Estamos cansados”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram