Copa do Brasil 2019: veja quais foram as zebras da primeira fase

Por ser a competição mais democrática do Brasil, os clubes de menor estrutura enfrentam a competição como “jogo do ano”, e em alguns casos se surpreendem e eliminam equipes tradicionais do futebol nacional

Rubens Melo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/CBF

Mixto, Aparecidense, Avenida… muitos nem se quer conhecem estes times. Então, o que esses times têm em comum? Ambos eliminaram equipes tradicionais das duas maiores divisões do Brasil, e faturaram a considerável quantia de R$ 625 mil reais por avançarem para a segunda fase da Copa do Brasil.

VEJA TAMBÉM: Responda o quiz sobre o desenho de futebol Captain Tsubasa

Confiram as zebras da primeira fase da competição:

TOMBENSE 3X0 SPORT

Não bastou a derrota vexatória em casa para o Flamengo de Arcoverde em plena Ilha do Retiro, o Sport mais uma vez passou vergonha, desta vez na estreia da Copa do Brasil, onde em uma noite infeliz do experiente goleiro Magrão, o Leão se viu derrotado por um sonoro 3 a 0 para a equipe do Tombense, que pela primeira vez conseguiu avançar de fase na competição em sua história.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Na primeira etapa, o goleiro do Felipe estava inspirado, e segurou o Sport até o primeiro gol do Gavião marcado por Juan aos 32 minutos.

https://www.youtube.com/watch?v=f95jEI44V2U

Na segunda etapa, o Sport até tentou mas novamente barrado pelo goleiro Felipe, viu a situação piorar após Denilson ampliar aos 26 da segunda etapa. No ultimo lance da partida, Marquinhos deu números finais ao vexatório 3 a 0 sofrido pelo Sport, que de forma melancólica foi eliminado da Copa do Brasil.

O Tombense agora receberá em casa o Botafogo da Paraíba na segunda fase da competição.

APARECIDENSE 1×0 PONTE PRETA

Com muita polêmica, a Aparecidense do experiente atacante Nonato eliminou a Ponte Preta com uma vitória simples por 1 a 0 em jogo disputado em Aparecida de Goiânia, Goiás. O Camaleão contou com um belo chute de Uederson que desviou na zaga e acertou o ângulo do goleiro da Macaca que nada pode fazer.

Detalhe para a confusão aos 40 minutos da segunda etapa, onde a Ponte Preta chegou ao empate com Hugo Cabral em posição de impedimento claro. O árbitro Léo Simão Holanda correu para o meio de campo, mas ao ser pressionado pelos jogadores da equipe da casa voltou atrás e revoltou os jogadores da Ponte Preta. Com o gol anulado, o placar seguiu 1 a 0 até o fim, classificando os goianos. A Ponte Preta informa que acionará a justiça para que ocorra o cancelamento da partida.

Detalhe que é a terceira vez que a Aparecidense desbanca times tradicionais na competição. Em 2016, o Sport foi eliminado após perder os dois jogos, em 2018 – já como jogo único, o Botafogo foi surpreendido pelo Camaleão, dando adeus ainda na primeira fase.

Agora a Aparecidense se deslocará até o Pará para enfrentar o Bragantino na próxima fase da Copa do Brasil.

AVENIDA 1X0 GUARANI

O torcedor Bugrino que riu dos rivais provou do próprio veneno. O Guarani viajou até o interior do Rio Grande do Sul para enfrentar o Avenida, fazendo história para o clube da casa e eliminando o Bugre ainda na primeira fase, assim como seu rival, a Ponte Preta.

O gol veio com muita emoção, onde aos 46 minutos da segunda etapa, Flávio Torres recebeu na área e mandou para o fundo das redes, fazendo história ao ajudar o Avenida a se classificar para a segunda fase em sua primeira participação numa Copa do Brasil.

Na próxima fase, o Avenida enfrentará ninguém menos que o Corinthians, em jogo na Arena Corinthians, em São Paulo.

URT 3×2 CORITIBA

A fase da URT no campeonato mineiro não é nada boa. A equipe ainda não havia vendido no ano e amargava a lanterna da competição, o que significaria vida fácil para o Coxa, correto? Errado. A equipe mineira não se afobou e diante de sua torcida venceu o Coritiba por 3 a 2 e eliminou os paranaenses ainda na primeira fase da competição.

A URT abriu o placar com o experiente Cascata logo aos 11 minutos. A resposta do Coxa veio no lance seguinte com Rodrigão, que mesmo desequilibrado conseguiu abrir o placar. No fim da primeira etapa, o centroavante Reis aproveitou o vacilo da zaga para com frieza colocar novamente os donos da casa na frente.

Na segunda etapa, novamente empate do Coritiba com Iago aos 13 minutos. Mas aos 21 minutos, o zagueiro Gladstone novamente colocou a URT na frente e assim encerrou-se a partida em Patos de Minas, com a classificação dos donos da casa garantida.

A próxima partida da URT pela Copa do Brasil será em casa diante do Vila Nova.

MOTO CLUB 2X0 VITÓRIA

No duelo entre rubro-negros nordestinos, os maranhenses se deram melhor e eliminaram na primeira fase o tradicional Vitória, clube com mais participações na Copa do Brasil ao lado do Atlético Mineiro, com 30 participações ao longo da história.

O Moto não tomou conhecimento do Leão e abriu o placar no Castelão aos 27 do segundo tempo com Gleissinho, buscando o empate, o Vitória acabou sendo castigado no fim da partida com o gol de Juninho Arcanjo cobrando penalti.

https://www.youtube.com/watch?v=bUO9DUw5NF8

Em seu próximo confronto na competição, o Moto Club viajará até Natal para enfrentar o ABC.

MIXTO 1X0 CSA

Em ascensão após o acesso para a série A do brasileirão, o CSA foi o surpreendido e eliminado ainda na primeira fase pelo Mixto do Mato Grosso.

O gol foi marcado no início da segunda, com William Amendoim aproveitando cochilada da zaga azulina para abrir o placar na Arena Pantanal, sacramentando a classificação do alvinegro mato-grossense.

Torcida do Mixto comemora feito. Imagem: Divulgação/Instagram

O Mixto agora vai encarar a equipe da Chapecoense. O jogo será novamente de jogo único, porém sem a vantagem do empate para os visitantes – que agora levará o jogo para disputa de penaltis. O palco será novamente a Arena Pantanal.