Dejan Petkovic: veja cinco declarações polêmicas do ex-jogador

Os sérvios são conhecidos no mundo por serem um povo endurecido. Já estiveram cercados por guerras e conflitos, mas também produziram excelentes jogadores de futebol. Entre eles, Dejan Petkovic, ídolo do Flamengo com mais de 150 partidas. Ganhou pelo rubro negro um título brasileiro e vários cariocas. Também mostra uma personalidade forte e um grande talento para causar polêmicas em suas declarações fora dos campos.

Bruno Wang
Redator e Pós Graduado em Jornalismo Esportivo. Ama Futebol e o Esporte.Redator Sênior do Torcedores.comPara um pouco mais de mim, pode me escrever: Brunocom26@gmail.com

Crédito: Reprodução Youtube

Seja pela personalidade forte, seja pelo futebol de craque que sempre apresentou, Dejan Petkovic já produziu algumas declarações no mínimo inusitadas, para não dizer polêmicas.

Veja cinco delas.

“Tendo Inter e Flamengo, ele vai narrar esse?”

A declaração foi dada em setembro do ano passado durante o Campeonato Brasileiro. O Sérvio teria ”menosprezado”, segundo alguns internautas, no programa “Seleção Sportv”, o clássico entre Bahia x Sport. Jogo entre times que estavam no meio tabela de classificação do torneio. Com o bate papo esportivo no ar, Petkovic teria dito a seu colega e narrador Luiz Carlos Junior a frase citada. A brincadeira de Pet não pegou bem. Terminou dizendo que chegou ao Brasil pelo Nordeste e minimizou tudo.

“Melhor ouvir isso que ser surdo”.

Essa é recente. Envolve a polêmica da revista “Placar” que colocou Neymar como melhor jogador brasileiro desde Pelé. Sérgio Xavier, ex-editor da publicação concordou. Mas Petkovic se revoltou. Declarou que primeiro, o craque do PSG tem que pendurar a chuteiras.

Colocou Neymar abaixo de alguns craques brasileiros e terminou com a tirada: “Neymar precisa comer, beber leite, mostrar futebol, conquistar”, disse o sérvio.

“No último ano e meio, até um ano e meio atrás Geromel era o que? 2015 ele já não estava jogando, entrava e tal e não era bom. Eu enfrentei o Grêmio em 2015 e por isso estou dizendo”.

Em abril do ano passado Petkovic irritou os gremistas. Questionou a qualidade do ídolo tricolor. Como de praxe, disse em tom ácido que a boa fase do zagueiro era recente e que ele próprio o havia enfrentado. A torcida do Grêmio não perdoou.

“(…) Concordo, mas preciso fazer o advogado do diabo: quer continuidade, mas saiu do Botafogo?”

Essa polêmica também é recente e envolveu o ex-treinador do Corinthians e Botafogo, Jair ventura em bate papo pelo “Seleção Sportv”. Jair argumentou que a continuidade dos treinadores no Brasil é muito difícil de ser conquistada. Citou o treinador do Tottenham, sem títulos há quatro anos, mas firme no cargo. Dejan Petkovic não perdeu a oportunidade. Canelada no ex-treinador, por assim dizer. E jogou a pergunta de volta para o convidado. O clima do programa ficou pesado.

“É lamentável um jogador numa Copa do Mundo misturar as coisas, né? Para nós, sérvios, realmente foi um grande insulto. Logicamente, haverá indignação se não for tomada nenhuma providência. O que a Fifa vai fazer? Não sei, veremos. Mas é lamentável, merece punição”.

Essa declaração foi feita na Copa do mundo da Rússia de 2018 em que atuava como comentarista. A polêmica comemoração dos jogadores Suíços de origem albanesa, que venceram o jogo por 2 a 1 não passou batido para Pet. Fizeram o símbolo da bandeira da Albânia, duas águias opostas.

É preciso que se diga que o local de origem dos Suíços fica em Kosovo, não reconhecido pelo sérvios como território independente. Então para quem é sérvio de nascença foi um gesto provocativo, que mesmo no maior veículo de comunicação do Brasil, não escapou dos comentários e língua afiada do ídolo do Flamengo. Ficou revoltado durante a transmissão.

Petkovic foi um craque, mas quando opina sobre o futebol, não perde a viagem e “chega junto”.

O jeito sérvio de ser?!

LEIA MAIS

TORCIDA DO FLAMENGO FAZ HOMENAGEM COMOVENTE PARA VÍTIMAS DA TRAGÉDIA

LEIA MAIS

SÃO VICTOR EVITA POLÊMICA DE SALÁRIOS ATRASADOS NO GALO E FAZ COMPARAÇÃO COM BOMBEIROS