Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Emocionado, Diego diz que Flamengo deve “seguir em frente” após tragédia: “fazer isso por eles”

O meia Diego foi o primeiro jogador do Flamengo a conceder entrevista coletiva após a tragédia que atingiu o Ninho do Urubu e matou dez jovens das divisões de base do clube, na última sexta-feira (8).

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Reprodução/TV Fla

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Camisa 10 e capitão da equipe, Diego se emocionou em vários pontos da coletiva, falou sobre a tragédia e sobre a preocupação com o sobrinho, que frequenta o sub-14 do Rubro-Negro, mas disse que o dever do clube é seguir em frente.

“É o nosso trabalho competir, quinta-feira tem um jogo muito importante e temos que estar prontos para vencer. Temos que fazer isso até por esses garotos, que eles de alguma forma sirvam de inspiração para a gente seguir em frente”, disse, emocionado, o atleta do Flamengo.

“O clima é difícil tanto para nós como para todos os brasileiros. Mas quando chegar o momento de entrar em campo de novo, temos mais uma vez que fazer aquilo que eles faziam, que é competir, que é honrar essa camisa.”

O jogador ainda revelou que a visita feita aos três feridos foi uma decisão do elenco. Na segunda-feira (11) os jogadores foram encontrar com os garotos Cauan – que já recebeu alta – e Francisco Dyogo, que não correm risco, além de Jhonata Ventura, que segue em estado grave, mas melhorou nos últimos dias.

O primeiro jogo do Flamengo após o incêndio que atingiu o CT Ninho do Urubu será nesta quinta-feira (14), no Maracanã, contra o Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara.

Leia mais:
Felipão diz que quer usar semana cheia de treinos para fazer Palmeiras evoluir