DESTAQUE

Em clássico brigado, Palmeiras e Santos empatam pelo Paulistão 2019

Publicado às

Eduardo Suguiyama é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado).

Crédito: Ivan Storti/SFC

Na noite deste sábado (21), Palmeiras e Santos se enfrentaram pela oitava rodada do Campeonato Paulista e ficaram no empate por 0 a 0, o jogo foi bastante disputado e brigado, mas nenhuma das duas equipes conseguiram marcar.

Jogando com parte do time alternativo, Palmeiras e Santos não saíram do 0 a 0. Jogando em casa, o Verdão teve as melhores oportunidades de gol, mas não foram convertidas com sucesso.

O jogo

O clássico começou pegado, sem grandes chances de gol para ambos os lados. As primeiras oportunidades apareceram apenas na reta final do primeiro tempo. Primeiro em um chute de Thiago Santos, onde o goleiro Everson fez grande defesa.

Depois foi a vez do atacante Miguel Borja, o colombiano teve uma chance de ouro para marcar, sem goleiro, mas acabou errando a finalização e Gustavo Henrique salvou em cima da linha.

Além do gol perdido por Borja, outro lance chamou a atenção dos torcedores. A briga entre Gustavo Henrique e Moisés, os dois jogadores chegaram a se agarrar e se estranharam:

Segundo tempo

Na segunda etapa, o Verdão quase marcou com Gustavo Gómez, mas a zaga Santista também afastou a bola. Já aos 35 minutos, novamente Gustavo Gómez quase marcou, agora foi o goleiro Everson que fez uma ótima defesa.

No apagar das luzes, aos 47 minutos, o Peixe quase marcou em um chute de Jean Lucas, que passou muito perto do gol defendido por Weverton.

Com o empate, o Palmeiras chegou aos 15 pontos e se manteve na liderança do grupo B. Já o Santos chegou aos 19 pontos e também se manteve na liderança de seu grupo (A).

FICHA TÉCNICA: Palmeiras 0 x 0 SANTOS

Local: Arena Palmeiras, em São Paulo (SP);

Data: sábado, 23 de fevereiro de 2019;

Horário: 19h (de Brasília);

Árbitro: Flavio Rodrigues De Souza;

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti Dos Santos Camargo;

Cartões Amarelos: Weverton (PAL), Antônio Carlos (PAL), Yuri (SAN), Jean Lucas (SAN), Cueva (SAN);

Palmeiras: Weverton, Marcos Rocha, Luan (Antônio Carlos), Gustavo Gómez, Victor Luis, Thiago Santos, Moisés (Bruno Henrique), Raphael Veiga (Ricardo Goulart), Felipe Pires, Dudu, Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

SANTOS FC: Everson, Matheus Ribeiro, Aguilar, Gustavo Henrique, Copete, Yuri, Jean Lucas, Diego Pituca (Carlos Sánchez), Cueva (Orinho), Derlis González (Jean Mota), Rodrygo. Técnico: Jorge Sampaoli.

LEIA MAIS:
Com três brasileiros, jornal lista os 10 clubes que mais gastaram em contratações na América