Fellipe Bastos pede desculpas após canto homofóbico: “deve ser combatida diariamente”

Fellipe Bastos se retratou após ter um vídeo vazado em que cantava que o Fluminense é “time de veado”. O volante do Vasco apareceu em uma publicação ao lado de um funcionário do clube e encheu a equipe rival de provocações, principalmente com frases de cunho homofóbico.

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução

O jogador foi à sua conta oficial no Instagram e gravou um vídeo se desculpando pelas palavras, além de reforçar que a homofobia deve ser combatida diariamente.

O Fluminense já havia se pronunciado pela manhã. O clube fez uma publicação se colocando como ‘Time de Todos’ e valorizando a diversidade no esporte. O lateral Igor Julião, do Tricolor, foi mais um a reprovar a atitude de Fellipe Bastos.

O vídeo polêmico foi gravado logo após a final da Taça Guanabara, ainda no gramado do Maracanã, que terminou com vitória do Vasco por 1 a 0.

Leia mais:
Adversário do Galo na Libertadores é derrotado na estreia do Campeonato Uruguaio

Brasil de Pelotas x Grêmio: veja os melhores momentos do Campeonato Gaúcho

Veja 5 brasileiros que chamaram a atenção no futebol europeu no fim de semana