Ícone do site Torcedores – Notícias Esportivas

Flamengo recebeu R$ 10 milhões em renúncias fiscais para o Ninho do Urubu, diz Folha de S. Paulo

instalações

Reprodução/ TV Globo

Segundo reportagem publicada pela Folha de São Paulo, o Flamengo recebeu R$ 10,37 milhões em renúncias fiscais para usar no Ninho do Urubu, centro de treinamento do clube. O valor noticiado pelo jornal já está corrigido pela inflação.

No programa de renúncia fiscal, o governo autoriza empresas a abaterem uma porcentagem do imposto se o dinheiro for para projetos aprovados pelo poder público. Mas o beneficiado deve prestar contas por meio de notas fiscais.

O valor foi conseguido entre 2013 e 2014. Em 2013, segundo o jornal, o clube arrecadou R$ 3,9 milhões em valores corrigidos. E, em 2014, mais R$ 6,5 milhões – também em valores corrigidos. Os contribuintes, também de acordo com a Folha de São Paulo, foram a cervejaria Ambev e a empresa de materiais de construção Lafarge.

Historia do Ninho do Urubu

O terreno usado para a construção do Ninho do Urubu foi adquirido em 1984, com o dinheiro obtido na venda de Zico para a Itália. Entretanto, apenas em 2010 o local passou a ser usado pelo time profissional. Em 2016, foi construído um módulo para alojar o time profissional e, no final de 2018, um novo módulo para os profissionais.

O incêndio ocorreu na madrugada da última sexta-feira, matou dez jogadores e deixou três feridos. Por causa da tragédia, os jogos do Campeonato Carioca que iam ser jogados no fim de semana foram transferidos para quarta e quinta-feira. Times de futebol do Brasil e do mundo também fizeram homenagens às vítimas.

LEIA MAIS:
RODADA RENDE HOMENAGENS AS VÍTIMAS DA TRAGÉDIA

Leia mais:

Sair da versão mobile