Sem primeiro acordo, Flamengo inicia conversas com familiares das vítimas do Ninho do Urubu

O Flamengo optou por uma nova saída para negociar com as vítimas do incêndio no Ninho do Urubu. Após conversar com a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, o Ministério Público Estadual e o Ministério Público do Trabalho, o Rubro-Negro tratará diretamente com as famílias das vítimas. A informação é dos repórteres Fred Huber, Marcelo Baltar e Raphael Zarko, do portal Globoesporte.com.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

As negociações serão feitas por meio do Núcleo de Mediação do Tribunal de Justiça. Ainda não se sabe o valor da indenização oferecida pelo Flamengo, mas o clube já entra em contato com as famílias. A intenção é conversar com os parentes das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu até a próxima quinta-feira (21). A diretoria, porém, sinalizou uma indenização mensal de R$ 5 mil para o núcleo familiar.

Na última terça-feira (19), o Ministério Público, a Defensoria e o Ministério Público do Trabalho emitiram uma nota criticando o Mengão. Afirmaram que o valor da indenização fica “abaixo daquilo que as instituições entendem como minimamente razoável diante da enorme perda das famílias e demais envolvidos”. O clube rebateu. Disse que “ofereceu valor acima dos padrões adotados pela Justiça brasileira”. Uma contraproposta foi feita, mas não houve acordo.

Para chegar ao valor, o Flamengo se baseou em algumas premissas. Tempo de carreira, remuneração média para jogadores e valores já aplicados pela Justiça. O caso da boate Kiss, ocorrido em 2013, foi um dos episódios pensados pelo clube.

O incêndio no Ninho do Urubu causou comoção generalizada no Brasil e no mundo. Ocorrido no dia 08 de fevereiro, a tragédia vitimou dez garotos e feriu outros três. Até mesmo o Jogo das Estrelas do NBB teve homenagem ao ocorrido. O Vasco também fez uma homenagem.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

LEIA MAIS
Vice-presidente de futebol do Flamengo desconversa sobre Arrascaeta: “Não vi a entrevista”
Com 35 mil ingressos já vendidos, Flamengo x Cabofriense terá operação especial do MetrôRio
Henrique Dourado comemora chegada de Abel Braga ao Flamengo: “Nos times dele os atacantes se sobressaem”