Gordon Banks sofreu último gol do antigo Wembley, marcado por Pelé – que nunca tinha marcado no estádio

Gordon Banks, dos maiores goleiros da história do futebol mundial, morreu nesta terça-feira (12), na Inglaterra. De carreira vitoriosa, foi o arqueiro titular do único título da Inglaterra na Copa do Mundo, em 1966. Em 1970, entrou definitivamente para a eternidade. Em Brasil x Inglaterra, jogo do Grupo 3 da primeira fase, defendeu uma cabeçada à queima-roupa de Pelé. O lance ficou conhecido como “A Defesa do Século”. Anos depois, o inglês fez um favor para o brasileiro no estádio de Wembley, em Londres.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Em sua carreira profissional, Pelé nunca marcou um gol no lendário estádio de Londres. Pouco antes do antigo estádio ser demolido, em 2000, o brasileiro reencontrou Gordon Banks no gramado da cancha. O Rei do Futebol, então, cobrou um pênalti no arqueiro. Com a sutil elegância inglesa, ele deixou Edson Arantes do Nascimento marcar seu único gol na história do grande templo do futebol da Inglaterra. Foi, também, o último tento marcado no local.

Confira abaixo o momento em que Pelé marca seu único gol em um dos estádios mais icônicos da história do futebol, em cima de Banks:

A história do goleiro inglês e do Rei do Futebol, porém, está intimamente ligada à Defesa do Século. Confira o lance abaixo:

Banks lutava contra um câncer nos rins desde 2015. A causa da morte não foi divulgada. Pelo Twitter, o Stoke City, clube que defendeu entre 1967 e 1972, manifestou seu pesar pelo falecimento de Gordon. Até mesmo o Twitter da Copa do Mundo postou sua homenagem na rede social de microblogs.

Ele, também, perdeu Alemanha x Inglaterra, pelas quartas-de-final da Copa do Mundo de 1970, por beber demais.

LEIA MAIS
Lesões, morte de avô e choro da mãe: Reginaldo explica emoção após decretar derrota do Flamengo na Copa São Paulo
Torcida do São Paulo lamenta morte de Daniel no Twitter
Morte de Luiz Carlos Fabrini repercute nas redes sociais; veja tweets