Vítima de incêndio no CDA, atleta do Bangu apresenta melhoras e deixa a UTI

Conforme sinalizou o último boletim médico emitido pelo Hospital da Aeronáutica dos Afonsos, o zagueiro Matheus Rocha Gonçalves, do Bangu, deixou a UTI na tarde desta quarta-feira (13). O jogador de 18 anos, é a única vítima internada do incêndio ocorrido na última segunda (11), no alojamento do clube situado no CDA da Aeronáutica, no Rio de Janeiro. Em franco processo de recuperação,  o jovem foi encaminhado para o quarto, onde seguirá a sua recuperação. As informações foram divulgadas pelo UOL, e confirmadas pelo Torcedores junto a assessoria de imprensa do Bangu.

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino.

Crédito: Divulgação

Por conta da inalação maior de fumaça, o caso de Matheus Rocha foi o mais delicado entre as vítimas atendidas e ainda inspira cuidados. Companheiro do defensor, Diego Casco, também de 18 anos, foi hospitalizado inicialmente, mas acabou sendo liberado no mesmo dia do incêndio no alojamento do Bangu.

Segundo nota oficial do Bangu emitida no dia do acidente, outros cinco jogadores e um funcionário do clube, passaram por exames protocolares, mas foram liberados na sequência.

O INCIDENTE

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Na tarde da última segunda-feira (13), jogadores do Bangu descansavam em um dos quartos que o Bangu utiliza como alojamento no CDA (Comissão de Desportos da Aeronáutica), quando foram surpreendidos por um princípio de fogo.

As chamas, que duraram cerca de alguns minutos, foram controladas pelos Bombeiros, com auxílio de soldados da Aeronáutica. Todos os jogadores que estavam no local no momento do incidente, assim como as pessoas que ajudaram no resgate, passaram por exames, mas foram liberados. Por inalarem mais fumaça, dois atletas do Sub-20 que treinavam junto com o profissional, foram conduzidos para o Hospital da Aeronáutica.

O CDA comporta estruturas como o Centro Olímpico de Treinamento da Aeronáutica (COTA), recebendo atletas de todos os países. As causas do incidente serão investigadas pela Aeronáutica.

LEIA MAIS:
JOGADORES DO FLAMENGO PREPARAM HOMENAGEM ÀS VÍTIMAS DE INCÊNDIO
SEM ALVARÁ, FLAMENGO DEIXA CONCENTRAÇÃO NO NINHO DO URUBU E FICARÁ EM UM HOTEL