Léo valoriza empate do São Paulo com o Red Bull: “tem que exaltar a garra do time”

O lateral-esquerdo Léo entrou ainda no primeiro tempo no empate do São Paulo com o Red Bull Brasil, no domingo (24), pelo Paulistão. O jogador herdou a vaga de Reinaldo, que saiu lesionado com poucos minutos em campo. Após a partida, o ex-atleta do Bahia fez questão de valorizar o resultado.

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Rubens Chiri/saopaulofc.net

“A gente treinou essa semana, mas não com um cara expulso, treinamos essa forma que o Mancini colocou para a gente. Ele perguntou para a gente se estávamos nos sentindo confortáveis para continuar. Passamos para ele que sim, era uma forma segura, que estávamos confiantes em segurar o resultado e tentar o gol, mas acho que um ponto é menos mal do que você perder o jogo”, disse.

O São Paulo entrou em campo com uma formação diferente da habitual. Vágner Mancini mandou a equipe a campo com três zagueiros e tinha o objetivo de não sofrer gols e não sofrer na zona defensiva. Como um ala e não como um lateral, Léo garantiu que não teve problemas.

“A partida foi muito difícil, jogamos com um a menos desde o começo. Nos superamos. Temos que exaltar a garra do time em segurar mais de uma hora com um a menos, sempre sobra um adversário. Agora é seguir de cabeça erguida, não pode esmorecer. Só a gente pode mudar isso”, concluiu.

Sem outras competições até o início do Brasileirão, o São Paulo volta a campo no domingo (3 de março), contra o Bragantino, fora de casa, pelo Paulistão.

Leia mais:
Carille diz que Corinthians está preparado para buscar classificação contra o Racing

Ex-zagueiro do Palmeiras segue em baixa na Inglaterra e treinador não confirma retorno: “é uma dúvida”

Artilheiro do Real Madrid, Benzema diz que ‘jogava em função de Cristiano Ronaldo’

Autor do último gol do Flamengo na goleada sobre o Americano, Diego diz que time deve ser ‘mais oportunista’