Liverpool pode bater recorde de arrecadação com patrocinadores

O Liverpool pode alcançar uma renda extraordinária com patrocinadores e fornecedora de material esportivo. O contrato com a New Balance tem mais um ano de vigor. Dirigente diz que está discutindo valores para renovar. Empresas que estampam sua marca também podem pagar mais do que valor atual para se manter na camisa dos Reds.

Juvenal Dias
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/ New Balance. Liverpool pode ter maiores contratos da Inglaterra com fornecedora de materiais esportivos

Um dos times mais fortes da atualidade pode ficar ainda mais poderoso. O Liverpool pode estipular um novo patamar de finanças com arrecadação de patrocinadores. O fato do time estar em alta nas últimas duas temporadas tem ajudado na visibilidade da marca do time. Com o contrato com a New Balance valendo até 2020 começa as conversas para que a empresa continue sendo a fornecedora de materiais esportivos. No contrato atual, a companhia paga 45 milhões de libras, cerca de 217,3 milhões de reais, por ano ao Liverpool.

Em entrevista ao site especializado em marketing, The Drum, o diretor comercial do clube, Billy Hogan confirmou que o time está em negociação. E os valores estariam girando acima destas cifras. A empresa norte-americana estaria disposta a pagar mais que a Adidas paga ao Manchester United. Esta parceria rende 75 milhões de libras ao time de Manchester, o que dá mais de 364,6 milhões de reais ao ano. No mundo, apenas o Barcelona é agraciado com maior quantia da Nike. O valor gira em torno de 134,6 milhões de libras, ou 654,4 milhões de reais.

O patrocinador máster da camisa, o Standard Chartered Bank, renovou contrato no ano passado, até 2022. Com valores de 40 milhões de libras por ano, está atrás de Manchester United/ Chevrolet (53 milhões) e Arsenal/ Emirates (45 milhões). Tanto este patrocinador, como a Western Union, que paga 5 milhões de libras para ficar na manga da camisa, podem renovar por mais tempo e terem valores revistos. Os valores totais de novos acordos poderiam render mais de 550 milhões de reais para o Liverpool ao ano. Para fazermos um comparativo com o Brasil, diz-se que a Crefisa paga ao Palmeiras cerca de 86 milhões de reais ao ano. E a Puma paga de 22 a 25 milhões.

LEIA MAIS

Messi e Salah se enfrentam em duelo de habilidade na nova campanha da Pepsi. Confira