Manchester City do Brasil? Renato brinca com comparação e “imagina” final do Mundial

Duas goleadas por 6×0 marcaram o domingo de futebol. Na Inglaterra, o Manchester City passeou sobre o Chelsea. No Brasil, o Grêmio foi o responsável por empilhar gols no Avenida e faturar a taça da Recopa Gaúcha. A semelhança fez com que o jornalista André Rizek, do SporTV, apontasse o tricolor como o “City do Brasil”.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Flickr/Grêmio

Já conhece o Fantasy Torcedores? Entre em http://fantasy.torcedores.com/ e escale seu time!

A comparação chegou até o técnico Renato Gaúcho, que de forma bem-humorada deu o seu ponto de vista em coletiva de imprensa após o primeiro título de 2019:

“Eu vi. Estava no vestiário e comentei com o presidente. A única diferença é o saldo bancário. Eles montam uma seleção. Vão buscar jogadores de 100 milhões, de 80 milhões, brincam de gastar dinheiro. Com uma seleção daquelas, o mínimo que o torcedor deles espera é um bom futebol. Eles têm um grande treinador. Mas cada um na sua: eles procuram jogar o melhor deles lá e nós procuramos jogar o nosso melhor aqui”, disse o comandante do Grêmio.

O Grêmio ainda aguarda o mês de março para iniciar a jornada na Libertadores, enquanto o City está nas oitavas de final da Champions League e vai enfrentar o Schalke 04. Mas Renato já mira um futuro próximo:

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“O Grêmio está bem. Mas imagina com todo aquele dinheiro, que equipe não poderíamos montar. Quem sabe um dia a gente não possa fazer uma final no Mundial?”.

Veja mais – Renato promete Grêmio focado em mais títulos:

LEIA MAIS:

Grêmio chegou ao limite? Renato brinca com pergunta de repórter: “Só ventilador bate no teto”

Cinco títulos em menos de três anos: Geromel explica diferencial do Grêmio

Após 5° título pelo Grêmio, Renato atualiza situação de Jael e revela prazo por Tardelli

Marinho brinca e diz que “Grêmio nunca muda, sempre ganha”; Luan entra na onda: “Estamos cansados”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram