Mano Menezes abre o jogo e fala sobre objetivos e futuro no Cruzeiro

O técnico Mano Menezes completará neste domingo 200 jogos dirigindo o Cruzeiro. A partida será contra o América, marcada para às 17h (horário de Brasília), no Independência, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro.

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Facebook oficial Cruzeiro Esporte Clube

Um dos mais vitoriosos no país, Mano Menezes sempre tem seu nome cogitado em outras equipes do Brasil e exterior. O contrato do treinador da Raposa é válido até o final da temporada. Indagado sobre a renovação do vínculo, ele diz com tranquilidade que o momento certo para discutir o tema chegará.

Eu gosto sempre de fazer por partes essas questões. Eu acho que essas coisas precisam ser renovadas com o momento certo, a gente não deve nem fazer antes. Às vezes cria até constrangimento, você faz antes, depois encerra temporada ruim. Aí do lado da direção, pode estar pensando em trocar, mas pensam que renovaram o contrato. E para o treinador também não é bom. Não tem que estender quando não está bom’, declarou em entrevista ao Globoesporte.com

Mano Menezes

Site oficial Cruzeiro

“Tenho contrato com o Cruzeiro até o fim do ano. Já tive propostas recentemente para sair. Dei sempre a mesma resposta, e as pessoas do Cruzeiro sabem que quero ficar, no mínimo, até o fim do ano e cumprir o contrato que tenho com o Cruzeiro. Saí uma vez no meio contrato, para ir a China a primeira vez. Não pretendo sair de outro contrato. Não seria correto de minha parte. Seria desrespeitoso com o torcedor do Cruzeiro, e não vou fazer isso. Espero que tenhamos muitos motivos no final do ano para estender, e estaremos contentes“, completa.

Dirigindo o Cruzeiro, Mano conquistou por duas vezes a Copa do Brasil (2017 e 2018), e um Campeonato Mineiro (2018). Agora, revela o desejo de ganhar o Brasileirão e a Libertadores da América.

Tenho muitos títulos para ganhar. Não tenho Campeonato Brasileiro, tive muito perto com o Grêmio, fui terceiro. Já estive no grupo da frente muitas vezes, mas está na hora de ganhar o Campeonato Brasileiro para juntar com essas três Copas do Brasil (duas pelo Cruzeiro e uma pelo Corinthians). Depois tem a Libertadores. Pode até ser junto, não tenho nenhuma preferência pessoal quanto a isso. Acho que todos nós ficaríamos contentes“, concluiu Mano Menezes.