Extra-campo

Ministério da Cidadania se dispõe a ajudar o Flamengo

Publicado às

Estudante de jornalismo da Unifap.

Foto: CT do Flamengo após acidente

Crédito: Reprodução

Na manhã deste dia 8, o Ministério da Cidadania emitiu uma nota lamentando a tragédia ocorrida no Ninho do Urubu, CT do Flamengo. No texto, assinado pelo ministro Osmar Terra e o secretário especial de Esporte, general Marco Aurélio Vieira, o ministério se colocou à disposição das vitimas e do clube carioca.

Se inscreva no canal do Torcedores.com

“Em nome da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, lamentamos profundamente as perdas de jovens que, como tantos no Brasil, sonhavam em se tornar jogadores de futebol. O ministério da Cidadania se coloca à disposição do clube e das autoridades do Rio de Janeiro para as ações de apoio que se fizerem necessárias”, diz a nota.

O vice-presidente Hamilton Mourão também se pronunciou a respeito, e lamentou a tragédia. “Profundamente triste nesta manhã com a tragédia no CT do Flamengo. Como torcedor e esportista solidarizo-me com as famílias, o clube e a Nação Rubro-Negra. Deus conforte a todos. Toque de silencio” escreveu o general.

O Comitê Olímpico do Brasil também emitiu uma nota prestando solidariedade. “Nesse momento de dor e consternação após o incêndio no Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Clube Regatas do Flamengo, no Rio de Janeiro, o Comitê Olímpico do Brasil manifesta o seu profundo pesar pelo ocorrido. O COB se solidariza aos familiares e às vítimas desse trágico acontecimento.

LEIA MAIS:
AO VIVO: Últimas informações sobre a tragédia no CT do Flamengo

Pai de sobrevivente do incêndio no CT do Flamengo relata fuga do filho: “Saiu no meio da fumaça”