Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Monteiro cai, e não há mais brasileiros na chave de simples do Rio Open

Thiago Monteiro foi derrotado por Aljaz Bedene, por 6-3,6-4, na segunda rodada do Rio Open. A eliminação do último brasileiro na chave de simples deixa nas mãos das duplas a esperança de um primeiro título do ATP 500 do Rio de Janeiro para o Brasil.

Paula Rühling
Jornalista formada pela Universidade Federal de Mato Grosso, apaixonada por esportes. Ex atleta de natação e típica jogadora de tênis de final de semana. Objetivo de vida: nunca deixar de contar boas histórias.

Crédito: Divulgação / Rio Open

Ainda na noite de quarta-feira (20), Thiago Monteiro entrou na quadra Guga Kuerten para enfrentar Aljaz Bedene. Jogavam o melhor brasileiro ranqueado, e 126 no ranking da ATP, contra o esloveno número 83 do mundo. A partida, válida pela segunda rodada da competição, foi intensa e durou quase duas horas.

Apesar de nunca terem se enfrentado, o esloveno conseguiu entender e superar o jogo de Thiago mais rapidamente. Bedene conseguiu quatro quebras de saque na partida, enquanto Monteiro só duas, sendo uma em cada set. Assim, o placar final ficou em 6-3 e 6-4 para o estrangeiro.

Thiago poderia ter se beneficiado da eliminação dos cabeças de chave de seu quadrante para ir mais longe. Porém, não terá mais esta oportunidade. Mas isto não foi o que chateou o cearense. “Fico mais chateado por não ter aproveitado as chances que tive no jogo. Salvei três ou quatro match-points, mas no fim ele teve mérito”, destacou na coletiva.

Thiago também foi eliminado nas duplas. Ele jogava ao lado do carioca Fernando Romboli. Os brasileiros perderam para os britânicos Luke Banbridge e Jonny O’Mara de virada.

Não há mais brasileiros nas chaves de simples

Thiago Monteiro e Thiago Wild eram os únicos representantes do Brasil na primeira fase do Rio Open. Monteiro havia vencido a primeira rodada contra o português Pedro Sousa por 6-3 e 6-2. Wild, porém, não conseguiu passar do japonês Taro Daniel. Apesar de ter vencido o primeiro set, Daniel virou e fechou em 3-6 6-3 6-2.

Outros cinco brasileiros disputaram os qualifyings do Rio Open, mas não conseguiram entrar na chave principal. Eram eles Rogério Dutra Silva, Thomaz Bellucci, Rafael Matos, Natan Rodrigues, e Mateus Alves.

Esperança nas duplas

Há duas duplas de brasileiros nas quartas de final da competição. A notícia ruim é que uma enfrentará a outra na noite desta quinta-feira. Marcelo Melo e Bruno Soares, cabeça de chave número 1, jogarão contra Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva na quadra central do evento, a quadra Guga Kuerten.

O Marcelo Demoliner, que faz dupla com Frederik Nielson, também pode avançar no Rio Open. Nesta quinta, eles enfrentarão Jebavy e Molteni.

Leia mais

Rio Open 2019: veja os resultados desta quarta (20) da chave de duplas

Rio Open 2019: Confira o guia completo do ATP 500 do Rio de Janeiro