Opinião: Com saída de Deyverson, Pato pode ser o atacante ideal para o Palmeiras

O Palmeiras vive um dilema com seus atacantes de referência em 2019. Borja e Deyverson, que foram úteis em 2018 após a chegada de Luiz Felipe Scolari, entraram em má fase na atual temporada. O primeiro não vem conseguindo converter em gols as chances que recebe. O segundo, além da questão técnica, vem deixando a desejar na parte disciplinar. Expulso de forma infantil em derrota para o Corinthians, foi suspenso do Campeonato Paulista e multado pelo clube.

Glauco Costa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da Foto: Divulgação/Twitter Oficial de Alexandre Pato

Todavia, devido a sua boa passagem pelo futebol espanhol antes de chegar ao Verdão, Deyverson parece ter mercado fora do Brasil. O futebol chinês tem interesse no atleta. A proposta, estimada em torno de R$ 50 milhões, cairia bem aos já recheados cofres palmeirenses. No entanto, o principal benefício de negociar o jogador seria encontrar uma saída positiva para um nome que no momento tem sido foco de problemas.

Somente assim, o Alviverde poderá dar ao seu ataque a peça final que falta. Se por um lado o elenco palmeirense conta com opções para os lados do campo e armação das jogadas, o mesmo não pode ser afirmado sobre o comando de ataque. Para ser mais claro, hoje falta ao clube um camisa 9 goleador e incontestável. Com a possível saída de Deyverson, a diretoria palmeirense poderá se voltar ao mercado da bola em busca de mais um nome para disputar vaga com Borja.

Dentre as muitas opções disponíveis, Alexandre Pato é o atacante ideal para o Palmeiras. Com passagens pelos rivais Corinthians e São Paulo, ele frequentemente tem seu nome ligado ao time do Morumbi e, recentemente, ao Santos. Habilidoso e goleador, Pato ainda acredita que pode disputar uma Copa do Mundo. Para tanto, um retorno em alto nível ao futebol brasileiro pode ser determinante.

LEIA MAIS:
Palmeiras encaminha venda de Deyverson ao futebol chinês por R$ 51 milhões

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Crédito da foto: