PAPO TÁTICO: Vinícius Júnior e David Neres brilham, mas é o Real Madrid quem ri por último

Num momento em que boa parte da grande mídia traz a questão da falta de qualidade do futebol brasileiro para o debate, Vinícius Júnior e David Neres mostraram que a nova geração tem tudo para fazer o torcedor brasileiro sorrir. Os dois foram os grandes nomes da vitória do Real Madrid sobre o Ajax na Johan Cruijff Arena. O primeiro deu aquela que está sendo considerada a sua mais bela assistência desde que chegou ao time de Benzema, Bale e Modric. E o segundo também deixou sua marca com o passe para o gol de Ziyech e infernizou a vida de Carvajal e Nacho. Mas quem riu por último depois dos noventa minutos foi o Real Madrid de Vinícius Júnior, que conquistou uma bela vantagem para o jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da UEFA.

Luiz Ferreira
Produtor executivo da equipe de esportes da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, jornalista e radialista formado pela ECO/UFRJ, operador de áudio, sonoplasta e grande amante de esportes, Rock and Roll e um belo papo de boteco.

Crédito: Reprodução / Facebook / UEFA Champions League

Antes de mais nada, é preciso dizer que o Ajax jogou um futebol digno de aplausos e reverências. O time de Erik ten Hag mantém a bola no chão, explora bem as laterais, valoriza a qualidade no passe e joga com muita movimentação ofensiva. Não foram poucas as vezes em que Ziyech, Tadic e David Neres bagunçaram a defesa do Real Madrid. E só não abriram o placar porque o VAR anulou o gol de Tagliafico no final da primeira etapa. A superioridade da equipe holandesa era clara: 11 finalizações a gol, bola na trave e uma atuação coletiva de encher os olhos de muita gente. Do outro lado, Vinícius Júnior era a principal válvula de escape de uma equipe um tanto quanto estática em campo. Reguilón avançava pouco e Modrid e Toni Kroos eram muito bem vigiados pelo meio-campo do Ajax.

O Ajax foi superior ao Real Madrid no primeiro tempo forçando o erro na saída de bola através do 4-3-3 bem organizado proposto por Erik ten Hag. Do outro lado, Vinícius Júnior era a válvula de escape de uma equipe até certo ponto estática, mas sempre perigosa. Link do Share My Tactics.

Mas estamos falando do Real Madrid. E de Vinícius Júnior também. O camisa 28 protagonizou uma belíssima jogada pelo lado esquerdo e deixou Benzema em condições de abrir o placar. O time de Santiago Solari descomplicava um jogo que estava totalmente favorável ao adversário por conta dos fatores já citados aqui. A desvantagem no placar obrigou Erik ten Hag a desfazer seu 4-3-3 e partir para um 4-2-3-1 (que lembrava um 4-2-4 em determinados momentos) com a entrada de Dolgberrg no lugar de Schöne. Ziyech empatou depois de bela jogada de David Neres, mas Asensio aproveitou bobeira da zaga do Ajax e deu números finais ao jogo quando o Real Madrid já se organizava numa espécie de 4-4-1-1 com Modric mais solto e Mariano Díaz no comando de ataque. Melhor para os merengues que conquistaram importante vitória.

Vinícius Júnior deixou Benzema na cara do gol, David Neres fez o mesmo com Ziyech e Asensio deu números finais ao jogo. Destaque para os duelos táticos na segunda etapa após as substituições promovidas pelos dois treinadores na Johan Cruijff Arena. Link do Share My Tactics.

Embora o Real Madrid tenha saído de Amsterdam com uma ótima vantagem para o jogo da volta, a grande verdade é que o time poderia ter rendido mais do que rendeu. A começar por Gareth Bale. O galês, quando não se lesiona, segue fazendo mais do mesmo. Recebe a bola na direita, corta para o meio e passa para o lado. Muito pouco para quem foi apontado (guardadas as devidas proporções) como o substituto de Cristiano Ronaldo no escrete merengue. Acaba que o ponto de improviso, de drible e de ruptura das linhas está em Vinícius Júnior. O brasileiro é que mais se movimenta no ataque e quem mais busca o drible para bagunçar a defesa adversária e abrir espaços. A dupla com Benzema vem rendendo muito e seu futebol cresce a cada dia. Assim como o de David Neres com a camisa do Ajax.

Os dois jovens citados no título desta análise são a prova de que nosso futebol ainda produz talentos. É preciso, mais do que nunca, trabalhar melhor esses jogadores e buscar maneiras de mantê-los jogando aqui no Brasil por mais tempo. Até para que a qualidade do nosso futebol cresça junto com eles.

LEIA MAIS:

Ajax x Real Madrid: assista aos melhores momentos do jogo

Solari analisa vitória do Real Madrid sobre Ajax: “Fizeram-nos trabalhar muito para ganhar”

“Meteli a assistência”: Internautas vão à loucura com atuação de Vinicius Júnior diante do Ajax; veja memes