Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Rio Open 2019: Confira o guia completo do ATP 500 do Rio de Janeiro

A primeira rodada do Rio Open 2019 começa nesta segunda-feira, 18 de fevereiro. O ATP 500 do Rio de Janeiro está em sua sexta edição e vai até o próximo domingo. Saiba tudo sobre este torneio de tênis e como aproveitá-lo da melhor maneira.

Paula Rühling
Jornalista formada pela Universidade Federal de Mato Grosso, apaixonada por esportes. Ex atleta de natação e típica jogadora de tênis de final de semana. Objetivo de vida: nunca deixar de contar boas histórias.

Crédito: Jockey Clube Brasileiro. Divulgação / Rio Open

O Rio Open 2019 é o único ATP 500 da América do Sul, e portanto o maior evento de tênis deste continente. Neste sábado e domingo aconteceram os qualifyings, e a disputa oficial começa na segunda (18). Este é o sexto ano consecutivo do evento, que já contou com a participação de Rafael Nadal, ex-número 01 do mundo. Este ano, o torneio também receberá grandes nomes do circuito mundial, além de brasileiros que engrandecem o evento no país.

Jogadores destaques (chave de simples)

A grande estrela do evento é o austríaco Dominic Thiem. Atual número oito do mundo, é o melhor tenista rankeado do torneio, e cabeça de chave número um. Aos 25 anos, o tenista tenta repetir o feito da edição 2017, buscando o bicampeonato na cidade maravilhosa. O italiano Fabio Fognini, de 31 anos,foi vice-campeão da edição 2015, e é também um dos favoritos ao título deste ano.

Outro jogador bastante esperado é o atual campeão, Diego Schwarztman, número 19 do mundo. O argentino foi finalista do ATP de Buenos Aires neste final de semana, e perdeu para Marco Cecchinato, cabeça de chave número três no Rio. O uruguaio Pablo Cuevas, apesar de não estar em boa fase, sempre marca presença, e tem bons desempenhos também.

Os brasileiros que estão na disputa de simples são Thiago Seyboth Wild, convidado do evento, e Thiago Monteiro, o tenista número um do país. Thomaz Belluci e Rogério Dutra Silva disputaram os qualifyings, mas foram eliminados.

Jogadores destaques (chave de duplas)

Os brasileiros mais esperados no evento são, sem dúvida, os duplistas Marcelo Melo e Bruno Soares. Eles estão entre os melhores do mundo, e vão juntar forças para tentar dar o primeiro título do torneio ao Brasil em 2019. Tanto Lukasz Kubot, quando Jamie Murray, não puderam ir ao Rio de Janeiro. Belluci e Dutra Silva formaram a segunda dupla brasileira no evento, entrando para a chave principal através de convite.

Fernando Romboli também joga ao lado de Monteiro. E o também brasileiro Marcelo Demoliner entrará em quadra ao lado do dinamarquês Frederik Nielsen.

Outra dupla muito forte é formada pelos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, cabeça de chave número dois do torneio. Eles disputaram o ATP Finals de 2018, que reúne apenas as oito melhores duplas da temporada.

Novidade no jogo

O “shot clock” ou relógio de saque, começou a ser adotado por muito mais eventos desde a temporada de 2018. Sendo assim, o Rio de Janeiro também entrou na onda, e desta vez haverá “shot clock” no Rio Open 2019. A função deste relógio é impedir que o tenista demore mais do que 25 segundos para sacar. Caso exceda o tempo, ele é punido, com advertência e posteriormente perda de pontos na partida.

Homenageado de 2019

Desde a primeira edição do Rio Open, em 2014, um grande nome do esporte é homenageado. Desta vez, Larri Passos terá a honra de ter sua tragetória celebrada na quadra central, a quadra Guga Kuerten. Aliás, foi Larri quem conduziu Guga ao posto de tenista número 1 do mundo.

Larri Passos é considerado o maior treinador da história do tênis brasileiro. E também já foi eleito o melhor técnico do Brasil pelo COB, em 2001. Larri acompanhou toda a trajetória de Guga, desde quando o catarinense tinha 14 anos, e o levou a três títulos de Roland Garros e ao título da Masters Cup em Lisboa.

Passaram por suas mãos no Brasil, Marcio Carlsson, Otávio Della, Ricardo Schlachter, entre outros. Ele teve também grande atuação no tênis feminino internacional, trabalhando com a ex-número 5 do mundo Daniela Hantuchova, com austríaca Tamira Paszek, e a brasileira Beatriz Haddad Maia. Ele também foi treinador de Tiago Fernandes, que venceu o Australian Open juvenil em 2010, e de Thomaz Bellucci. Atualmente, segue na formação de talentos no Instituto Larri Passos em Camboriú (SC).

Ingressos à venda

O Rio Open 2019 ainda tem ingressos disponíveis para todos os dias do torneio. Os valores variam entre R$30,00 e R$490,00. Apenas os pacotes já não estão mais disponíveis. De segunda-feira a quinta-feira, há ingressos para duas sessões: a diurna, com início às 16h30, e a notura, às 19h. De sexta-feira a domingo o torneio terá sessão única. Os ingressos dão acesso a todo o completo do Jockey Clube. Para adquiri-los é só clicar aqui. As vendas onlines não cobram taxas de conveniência. Mas é possível comprar as entradas também na bilheteria do evento.

Saiba como chegar

Está com o ingresso em mãos, mas não sabe ir ao Jockey Club Brasileiro? O Torcedores te ajuda. A entrada é pela Av. Mario Ribeiro, 410 – Lagoa. Mas evite ir com transporte próprio, prefira táxi ou transporte público.

Táxi: O próprio site do torneio dá dica em relação aos tacis da cidade. É melhor utilizar o táxi comum, com pintura amarela e listra azul. Os táxis amarelos possuem taxímetro, enquanto os táxis de pintura azul cobram preços tabelados.

Metrô: A estação Antero de Quental, da Linha 4, fica a 1km (cerca de 12 minutos a pé) da entrada do Rio Open. É a mais perta do evento. O MetrôRio possui 41 estações, três linhas em atividade e atua em boa parte da cidade. Funciona diariamente, de segunda a sábado, das 5h às 00h; domingos e feriados, de 7h às 23h. Para mais informações, é só visitar  www.metrorio.com.br.

Ônibus: Para saber qual a melhor opção de ônibus para chegar ao seu destino, acesse www.vadeonibus.com.br. Este aplicativo desenvolvido pela Fetranspor tem informações de todas as linhas e pontos de parada da região metropolitana do Rio de Janeiro, incluindo informações de tarifa, posicionamento em tempo real, mapa dos arredores e realidade aumentada.

Estrutura do evento

Divulgação / Rio Open

O Rio Open 2019 conta com nove quadras de saibro, sendo uma delas a quadra Guga Kuerten, com capacidade para 6.200 pessoas. Há também uma área interativa, de 10 mil metros quadrados, com diversas atrações para o público. No local, há diversas lojas e uma praça de alimentação que valoriza a gastronomia local.

Um dos locais mais concorridos do torneio é a Praça Rio Open, que recebe os shows do evento. Para acompanhar a agenda de shows, é só acessar o site oficial do torneio. 

Rio Open 2019 pela televisão

A emissora responsável pela transmissão do Rio Open 2019 é o SporTV3. A narração é responsabilidade de Eusébio Resende e Claudio Uchôa, enquanto Narck Rodrigues e Domingos Venâncio devem ser os comentaristas. O torcedor também pode acompanhar o torneio pelo aplicativo Sportv Play, ou pelo Tennis TV, o serviço de streaming pago da ATP.

Leia mais

Brasil conhece equipe adversária para Playoff da Fed Cup

Conheça os 7 melhores tenistas de simples que já passaram pelo Rio Open