São Raimundo dispara contra arbitragem em derrota para o Remo: “vergonha, não precisa disso”

O São Raimundo reclamou da arbitragem durante e após a derrota por 3 a 0 perante o Remo neste domingo (24), no estádio Mangueirão. A principal reclamação é um pênalti supostamente inexistente que foi marcado no primeiro minuto de partida. No lance, o atacante azulino Gustavo Ramos cai na área, ao disputar a bola.

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Transmissão TV Cultura

Ao fim do primeiro tempo, Rubran, zagueiro do São Raimundo, concedeu entrevista para a TV Cultura, emissora que transmite o Parazão 2019.

Entretanto, quando descrevia o lance, foi surpreendido por um personagem que não ‘deixou barato’ e cornetou a arbitragem.

De acordo com informações de colegas da imprensa de Santarém, o ‘invasor’ em questão é Sandro Lopes, diretor de futebol do São Raimundo.

“Uma vergonha essa arbitragem, uma vergonha. O Remo não precisa disso, o Remo não precisa disso”, disparou Lopes.

O Torcedores.com entrou em contato com o dirigente após a manifestação. Entretanto, não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Veja a ‘invasão’ de Sandro Lopes no vídeo a seguir (avançar para 13m42):

“Eu tava próximo do lance. A meu ver não foi pênalti. O Clayton dividiu apenas a bola. Ombro não é falta. Infelizmente aconteceu”, descreveu Rubran.

“Sinto muito falar, mas ali não foi pênalti. Ali foi ombro a ombro. Então acho que prejudicou nosso time”, opinou Clayton, lateral-direito do São Raimundo.

“O árbitro desarmou a gente com 30 segundos de jogo”, resumiu Éverton Goiano, técnico do São Raimundo.

Leia mais:

Série C: clássicos Remo x Paysandu já têm datas definidas pela CBF; veja o calendário completo

Remo vai contratar zagueiro e meio-campista, afirma Fábio Bentes