Super Bowl 53: Sean McVay assume a responsabilidade pela derrota dos Rams

Ao fim do Super Bowl 53 o treinador do Los Angeles Rams, Sean McVay, admitiu que o seu time foi totalmente superado por Bill Bellichick e o New England Patriots, na derrota por 13 a 3, neste domingo (3).

Gustavo Militão
Jornalista de Recife-PE, apaixonado por esportes.

Crédito: Reprodução/NFL

McVay, o mais jovem técnico da história a liderar seu time a um Super Bowl, viu sua equipe atingir apenas 260 jardas ofensivas na derrota para os Patriots e marcar apenas três pontos, num Field Goal.

“Definitivamente eu fui superado esta noite. Não fizemos o bastante como time para vence-los”, declarou o treinador em coletiva após a partida no Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta. O treinador evitou culpar os jogadores pela derrota, chamando a responsabilidade pelo resultado negativo. E afirmou que irá demorar para digerir a derrota no Super Bowl 53.

“Estou meio aéreo. Eles fizeram um ótimo trabalho, mas foi principalmente por culpa minha de não ter feito um bom trabalho, chamando jogadas ruins e não nos ter dado a chance de vencer. Eu não sei como superar isso. Precisamos ver o que aconteceu, analisar para passar aos nossos jogadores. E então ver o que eles podem fazer para melhorar”, analisou o técnico dos Rams.

LEIA MAIS:

NFL: Confira os melhores momentos do Super Bowl LIII

“Doí. Não terminou como nós queríamos”, declara Andrew Whitworth, OT do Los Angeles Rams