Agora no Botafogo, Cícero explica falta de acerto para continuar no Grêmio

O torcedor gremista guarda com carinho na memória o gol de Cícero, que decretou a vitória por 1×0 sobre o Lanús na ida da final da Libertadores de 2017. Mas a importância naquele momento e a regularidade no time em 2018 não significaram a continuidade no clube, após a falta de acerto com a direção.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Site Grêmio

Da parte do Grêmio, houve o interesse e, mais do que isso, uma proposta oficial para a renovação. No entanto, o acertou não ocorreu e o meia, hoje no Botafogo, deu a sua versão em entrevista à Rádio Bandeirantes neste final de semana.

“Eu tinha um contrato com o Grêmio de porcentagem de jogos, eu acabei atingindo essa porcentagem, a diretoria mandou uma nova proposta pra renovar o contrato. Naquela ocasião eu estava analisando, mas a diretoria chegou e colocou um valor naquele limite”, destacou.

Mesmo sem o acerto, Cícero não guarda nenhum tipo de mágoa e demonstra carinho pelos momentos vividos no Grêmio sobretudo no comando de Renato Gaúcho:

“A importância do Renato é muito grande, tem uma história muito forte dentro do Grêmio, ele sabe lidar no dia a dia com o jogador. Esse grupo vai ficar marcado para toda história do Grêmio”, concluiu.

LEIA MAIS:

Ídolo do Grêmio, atacante Pedro Rocha se pronuncia sobre volta ao Brasil

Matheus Henrique defende categorias de base do Grêmio após críticas de Tetê: “Sem queixas”

Lista: Tetê, mesmo sem jogar pelo time principal, é a terceira maior venda da história do Grêmio

Presidente do Grêmio se pronuncia sobre a possibilidade de mais um mandato

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram