Após três meses de “geladeira”, Cartolouco está de volta após “maior porrada” da carreira

Após se envolver em diversas polêmicas, Lucas Strabko, o Cartolouco, volta a aparecer nas telas da globo, e se diz arrependido de suas ações que o levaram ao seu afastamento

Rubens Melo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Rede Globo

Após se envolver em diversas confusões, a última delas em uma partida entre Ceará e Vasco, onde na presença de um torcedor do time casa, chamou o rival Fortaleza de “pequenininho”, o apresentador Lucas Strabko, conhecido como Cartolouco, foi afastado pela Rede Globo por três meses do programa É gol, da SporTV, do qual era apresentador. Com isso, o jornalista ficou apenas na redação da emissora, sem aparecer na mídia, e diz que se tornou uma pessoa muito mais responsável após a punição.

“Olha quem voltou pras telinhas! Já estava com pneumonia de tanta geladeira. Foram três meses de muita reflexão. Eu sofri demais, demais mesmo. Nunca fiquei tão triste. Nunca me esquecerei do dia 5 de dezembro de 2018. Eu vi a demissão. Foi a maior porrada da minha vida. Por pouco não joguei fora um sonho que busquei por 24 anos – e que amo vivê-lo.”

Através de seu Instagram, o Cartolouco expressou seu arrependimento perante suas ações e disse que refletiu e aproveitou seu tempo com amigos e familiares.

“Sou uma nova pessoa. Foram meses de reencontros – com amigos e comigo mesmo. Fui extremamente bem recebido pela equipe do Esporte Espetacular”

Lucar Strabko ficou famoso pelo seu senso de humor durante suas atuações, principalmente se tratando o Cartola FC:

No fim, o Cartolouco agradeceu à Globo por lhe dar uma nova chance e também pelas amizades que fez durante os três meses atuando pela redação.

“Doeu demais. Demais!!! Mas faz parte da vida. Todo mundo erra. Estamos todos juntos. Ame quem você tem que amar. Ame muito. Muito obrigado a todos. Obrigado, Globo, pela confiança. Obrigado, Deus, por tudo.”

Lucas Strabko foi suspenso das telas do SporTV após falar que o Fortaleza era um clube “pequenininho” na presença de um torcedor do Ceará no estádio Castelão, na partida contra do time da casa contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado. A piada irritou os dirigentes do Fortaleza, que ameaçaram entrar com uma ação judicial e pressionaram a Rede Globo, que tomou a providência de suspender o jornalista e até mesmo cogitar sua demissão definitiva.

VEJA TAMBÉM:

Destaque da Bundesliga, atacante Luka Jovic é oferecido ao Real Madrid