Às vésperas da fusão com Red Bull Brasil, Bragantino demite Marcelo Veiga e toda a comissão técnica

Recordista no futebol brasileiro, o ex-treinador tinha mais de 500 jogos no comando do Bragantino, mas disse que já esperava pela demissão.

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Rafael Moreira/ CA Bragantino

O técnico Marcelo Veiga foi demitido pelo Bragantino na noite de sexta-feira (29), informa reportagem do “GloboEsporte.com”. Junto com ele, também foram desligados o auxiliar-técnico, o preparador de goleiros e o preparador físico, que compunham a comissão técnica. O clube ainda deve dispensar a maioria dos jogadores do elenco. Essas medidas já fazem parte das mudanças na gestão do novo clube que será criado pela fusão entre o Red Bull Brasil e o Bragantino, anunciada na terça (26).

Com 516 partidas durante seis passagens pelo Bragantino, Marcelo Veiga era o treinador em atividade com mais jogos por um clube de futebol no Brasil. Ao todo, foram 196 vitórias, 133 empates e 187 derrotas a frente do Massa Bruta, como o time é chamado pela torcida.

A gente já esperava. Já tinha sido dito que a parceira iria administrar o clube, não o Bragantino. Já tínhamos uma ideia de que talvez não ficaríamos“, declarou o técnico ao “GloboEsporte.com”.

A nova diretoria passará a comandar o novo Red Bull Bragantino a partir de abril e já tem um plano elaborado para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. A marca de energéticos, que adquiriu o time de Bragança Paulista por R$ 45 milhões, pretende manter o elenco do Red Bull Brasil que chegou às quartas de final do Campeonato Paulista e aproveitar alguns jogadores que se destacaram pelo Bragantino no mesmo torneio. É o caso do meia Vitinho e dos atacantes Wesley e Matheus Peixoto. O principal jogador do RB Brasil, o volante Jobson, está negociando a transferência para o Santos.

LEIA MAIS

Em clima de tristeza, torcedores perguntam: Como será a fusão entre Red Bull Brasil e Bragantino?