Sul-Americano sub-17: Brasil x Colômbia tem gol olímpico e de cobertura; assista

O primeiro tempo do jogo Brasil x Colômbia terminou com vitória parcial da seleção canarinho graças a um gol olímpico de Patryck, lateral do São Paulo.

Bia Palumbo
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Marcos Paulo Rebelo/CBF

O camisa 6 abriu o placar aos 44min de jogo, com gol olímpico. Os times voltaram do intervalo sem alterações. A Colômbia seguiu pressionando e conseguiu empatar logo aos 8min, com Mosquera.

Seis minutos depois, o Brasil entrou novamente em vantagem após lances de habilidade de jogadores do Flamengo. Daniel Cabral fez um lançamento e Reinier viu o goleiro colombiano e deu um toque de cobertura, da intermediária, para fazer 2 a 1. Quem também participou do lance foi Diego Rosa, que estava na área e tocou para trás e ajeitou a bola para o camisa 10.

Após jogada ensaiada na cobrança de escanteio, Diego Rosa levantou na área e a dupla do Palmeiras resolveu: Gabriel Veron escorou de cabeça para Henri balançar a rede.

No final da partida, aos 41min, Cuesta aproveitou um erro na saída de bola do Brasil para diminuir e completar o placar.

Com este resultado, Uruguai e Brasil dividem a liderança do grupo B, que ainda tem Paraguai, Argentina e Colômbia, nesta ordem.

VÍDEO: ASSISTA AOS GOLS DE BRASIL 3 x 2 Colômbia

FICHA TÉCNICA: Brasil 3 x 2 Colômbia
Motivo: Sul-Americano sub-17 – Grupo B – 3ª Rodada
Local: Estádio San Marcos, em Lima (Peru)
Arbitragem: Ángel Arteaga, Lubin Torrealba, Alberto Ponte (Venezuela), Franklin Congo, Edwin Bravo (Equador) e Carlos Astroza (Chile)
Cartões amarelos: Juan (BRA); Alegría, Campaña (COL)
Gols: Patryck (BRA), aos 14min do 1º tempo; Mosquera (COL), aos 10min, Reinier (BRA), aos 15min, Henri (BRA), aos 23min, Cuesta (COL), aos 42min do 2º tempo
BRASIL: Gabriel Pereira, Yan, Henri, Renan e Patryck; Daniel Cabral (Fabinho), Diego Rosa e Reinier; Gabriel Veron (Neto), João Peglow e Juan (Marquinhos). Técnico: Guilherme Dalla Déa.
COLÔMBIA: Castillo, Paz, Meneses, Montaño e Mosquera; Arroyo (Cuesta), Hinestroza, Caicedo (Fuentes); Campaña, Borrero e Alegría (García). Técnico: Héctor Cárdenas.