Depois de grande atuação, Cássio comemora: “Saímos fortalecidos”

O Corinthians manteve sua sequencia invicta e garantiu a liderança do grupo C do campeonato paulista ao vencer o Ituano por 1 x 0, com gol de Danilo Avelar.

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O goleiro Cássio, que completou 400 jogos com a camisa alvinegra, foi um dos principais destaques da partida, com quatro defesas difíceis em chutes do Ituano.

Após o jogo, em entrevista ao canal “Premiere” da “Globosat”, ele falou a respeito de mais uma grande atuação com a camisa do Corinthians.

Veja os principais pontos:

Elogios à torcida

A primeira declaração de Cássio foi elogiando a torcida:

“Quero agradecer à torcida corintiana. Eu estava concentrado. Tentei fazer o meu melhor para o clube, estou muito feliz para essa outra fase (futuro). Feliz por quem me apoiou nos momentos bons e ruins.”

Primeiro lugar no grupo

Para Cássio, confirmar a liderança do grupo C foi muito importante para a sequencia do campeonato:

“É importante a confiança, quanto mais tiver ganhando, acertando, você chega melhor para as fases decisivas. Mudamos algumas peças, mas o empenho mostra que o Corinthians conseguiu o objetivo, que era terminar em primeiro lugar no grupo. Saímos fortalecidos.”

Invencibilidade e classificação geral

Com 10 jogos de invencibilidade, o Corinthians chegou aos 21 pontos na competição e garantiu a 4º colocação geral do campeonato paulista.

Com isso, o time garantiu que a vaga para semifinal seja decidida contra a Ferroviária, na Arena Corinthians.

O Corinthians agora aguarda a definição das datas dos jogos contra a Ferroviária, em congresso técnico nesta quinta, 21/03, às 11h.

Veja abaixo uma das principais defesas do goleiro no confronto:

 

LEIA MAIS

EM FASE DE ARTILHEIRO, DANILO AVELAR REVELA RECEITA PARA REVIRAVOLTA NO CORINTHIANS

APÓS NOVO GOL, CARILLE PEDE A CONTRATAÇÃO DE DANILO AVELAR: “NÃO É NOTA 10, MAS NÃO É NOTA 4”

CARILLE CONFIRMA QUE VAI INSCREVER NOVO REFORÇO NO MATA-MATA DO PAULISTÃO