Clássico na Grécia é marcado por violência e acaba sendo interrompido antes do apito final

Cenas lamentáveis e rotineiras foram registradas no clássico entre Panathinaikos e Olympiacos na Grécia neste domingo (17). Cercado de muita rivalidade e um retrospecto amplamente violento, o duelo entre os rivais teve mais uma mancha negra na história. Após uma confusão generalizada, com direito a invasão de gramado, agressão a jogadores e até mesmo fogo dentro do estádio, a partida foi interrompida com 70 minutos disputados.

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino.

Crédito: Reprodução - Twitter

Um indício de que o clássico seria violento foi dado logo com quatro minutos, quando torcedores invadiram o campo e partiram para agredir os jogadores do Olympiacos que estavam no banco de reservas. Após a confusão e paralisação, a partida foi reiniciada. Contudo, aos 25 minutos da segunda etapa voltou a ser interrompida em função de uma confusão vinda das arquibancadas entre a polícia e os torcedores do Panathinaikos.

De acordo com o árbitro da partida, Marco Fritz, o clássico precisou ser paralisado por conta que o gás de pimenta, utilizando pela polícia para conter os torcedores, se deslocou com o vento e já estava afetando os jogadores. Tentando pacificar o clima nas arquibancadas, os atletas do Panathinaikos ainda solicitaram aos torcedores o fim do atrito, para que o duelo prosseguisse. No entanto, o cenário não mudou, pelo contrário, quando a decisão por interromper a partida foi determinada, as confusões se estenderam para o lado externo do Estádio Olímpico de Atenas.

O Panathinaikos se manifestou condenando totalmente a atitude de parte de seus torcedores, e solicitaram ao governo da Grécia que seja encontrada uma solução para conter os atos de violência nos estádios.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Quando suspenso, o placar apontava 1 a 0 para o Olympiacos, tento marcado por Miguel Guerrero. Se computados de fato os três tentos, os alvirrubros ficarão a sete pontos do líder PAOK. Por sua vez, o Panathinaikos seguirá na sétima posição.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

LEIA MAIS:
VETERANO DÁ DECLARAÇÃO RACISTA SOBRE A PRESENÇA DE BRASILEIRO NA SELEÇÃO RUSSA
CRISTIANO RONALDO SERÁ JULGADO PELA UEFA POR GESTO OBSCENO E PODE PERDER JOGO DA CHAMPIONS